[Texto] Por que, ou você muda ou...

Por MikeDelaney



O que mais preocupam as pessoas hoje em dia são as mudanças que podem ocorrer em suas vidas. 

Vivemos num mundo em que queremos que TUDO funcione na hora que VOCÊ quer e como VOCÊ deseja, e quando isso não acontece, as pessoas ficam frustradas e se afundam em antidepressivos, e algumas chegam ao cumulo de cometer suicídio.

Quando a pessoa ultrapassa essa primeira barreira, temos um dos momentos mais complicados no processo de mudança de uma pessoa:

Imagine assim, você está indo pra uma casa antiga, que você não sabe pra que, mas só sabe que é o seu dever ir lá. Você irá até o escritório dessa casa e abrirá a porta, verá um homem de costas e sentado na cadeira, de repente ele se vira e você leva um choque, É VOCÊ MESMO!

De repente ele começa a questionar o que você está fazendo com você, ele quer te convencer que você está absolutamente errado em querer mudar, em querer fazer o que tem de ser feito:

- Por que você quer mudar justo agora? Tudo estava certo, você sabia como iriam acontecer as coisas, tudo não era tão perfeito?

- É talvez. Mas um amigo meu, de muito tempo mesmo, estava falando comigo de como eu estava sendo, que eu estava sendo paspalho demais, e não estava percebendo as coisas... Ele me falou sobre uma tal de Real...


- ...Real, deixa disso! Esse não é seu amigo mesmo, ele tem inveja de você! Ele fica falando essas coisas por que inveja tudo que você tem, já reparou que ele não se apega a nada? Não tem nem namorada? E esse papo de Real, isso aí é um bando de gente frustrada que nunca conseguiu mulher de verdade, mas você tem namorada, tem uma vida tão boa, por que vai querer deixar isso tudo?

- E em falar em namorada, tô pensando em terminar com a minha.

- Por quê?

- Esse meu amigo estava falando comigo que ela estava dando em cima dele, ele recuou, e ela ficava atiçando o cara...

- Viu, o seu amigo é um filho da puta mesmo, quer ferrar com a sua vida, e ficar ainda com a sua namorada, não percebeu que é ele que está dando em cima dela, e quer tira-la de você?

- Mas de uns tempos pra cá, ela realmente mudou. Estava mais ríspida comigo, brigava por qualquer coisa, até transar ela não queria, falava que não tinha clima, que estava com dor de cabeça ou que eu não estava dando atenção a ela...

- Viu? A culpa é SUA! Você está sendo insensível com a sua namorada, você que é o errado, não está entendendo que ela precisa de espaço, e seu “amigo” enfiando caraminholas na sua cabeça. Ele está fazendo de tudo pra ficar com ela ainda você não percebeu isso? Ela sempre o incentivava a trabalhar se lembra...

- E em falar nisso deixei o emprego!

- O Que?... por que você fez isso, trabalhar como embalador no supermercado não era bom pra você? É um emprego pra uma vida inteira, você tem que aguentar a pressão do seu chefe, mas você ganhava seu salário mínimo no fim do mês e era feliz, pagava as suas contas, e a do cartão, telefone e internet da sua namorada, você tinha com ela razão pra viver. É aonde é que você vai trabalhar agora?

- Decidi terminar a faculdade e fazer um estágio, vou ganhar até um pouco mais que eu ganhava, sei que é por pouco tempo, mas com isso consigo experiência e me especializo, e consigo um emprego melhor.

- Acho que você está fazendo besteira! E se você não conseguir, quem é que vai te ajudar? Arrumar emprego nesse país é tão difícil, você estava tão bem no seu antigo emprego...






Pelo que você percebeu nesses diálogos, é dessa forma que fica na cabeça de um individuo quando ele está tentando mudar, ter novos rumos na sua vida, como por exemplo a relutância ao conhecer a Real. Perceba que o outro Eu distorce a realidade a próprio contento, para que o nosso personagem, desista de seguir um novo caminho, que ele desista de mudar.

Pelo que entendemos esse personagem não tão fictício assim, só terá duas opções:

Ou ele “mata” esse eu que está dentro dele, e dá prosseguimento ao seu processo de mudança, sem olhar pra trás, sem pensar nas coisas ridículas que ele já fez se perdoar por isso e seguir em frente.

Ou ele continua com aquela vidinha de merda, volta pro emprego dele, com a namorada, e termina a amizade com o amigo dele, por que ele acredita piamente que ele quer o seu mal, e quem sabe um dia ele terá a Real jogada na cara dele numa forma mais dura.

Sabe-se, como se sabe que deixar velhos hábitos, é difícil, e em alguns aspectos seja a ser doloroso, mas um dia você tem de tomar uma escolha, e ser homem e segui-la até o fim.

Quando você acaba com esse Eu, que na verdade é um parasita, por ter tomado a atitude de mudar, e ter passado por essa dolorosa fase, pode ter certeza, você será testado varias e varias vezes para se comprovar a sua coragem e se você luta e segue em frente, ou corre e esconde debaixo da cama.

Para mudar nessa vida, muita das vezes temos de deixar esse papo de intuição de lado e ir pela razão. Essa coisa de intuição, pelo que está se aprendendo aqui, e é verdade, não é uma coisa masculina. Ou você já viu em algum filme onde um homem tem uma bomba em um avião, ele tem 30 segundos para desarma-la, ele dizer: “Pela minha intuição, eu tô sentindo que eu tenho de cortar o fio vermelho”.

Na vida, ninguém pode fazê-lo mudar, só você mesmo. E sua vida não vai mudar por sorte, você não irá receber um script sabendo de tudo que vai acontecer na sua vida até o final dela. Ninguém está te assistindo, vendo suas burradas, te passando “energia positiva” e torcendo que você mude e descubra a verdade. 

Pra a falar a verdade o mundo, seu pai, sua mãe, os vizinhos da rua, seus melhores amigos, estão pouco se fodendo pra você, mas nenhum deles querem paspalho perto deles.

Por que ou você muda ou continua na merda! O que é que você escolhe?


OBS: esse é o primeiro texto que eu elaboro dessa forma, e qualquer critica ou sugestão é bem vinda. :sentido:

4 comentários:

  1. Porra mano!

    E o texto sobre a importancia do egoismo?
    Eu quero ele!

    ResponderExcluir
  2. Vcs estão salvando minha vida
    A Real é o que há! Dispensa psicólogos.

    Obrigado

    ResponderExcluir
  3. Tudo que há no blog é de extremíssima importância e realidade!

    ResponderExcluir
  4. Boa confrade, excelente texto, só que terás que melhorar um pouco o seu português.

    ResponderExcluir