[Reflexão]Desenvolvimento e frustração


Tópico foda do War, que rendeu excelentes respostas. Como está difícil escolher as melhores, aqui vou abrir uma exceção e postar todas as respostas pertinentes.



Ola pessoal, eu tava refletindo a alguns dias, inclusive conversei um pouco sobre isso com uns caras no EDR, falando sobre nosso desenvolvimento pessoal eu chego a alguns conclusões boas porem outras nem tanto, reflitam comigo

Todo mundo que conhece a real, passa por alguns estágios , primeiro vem a euforia pelo conhecimento, depois vem a revolta por se sentir "injustiçado" perante o mundo e as mulheres, depois é aonde a maioria de nós se encontra, a fase de "correr atrás do prejuízo", e é ai que ao meu ver começa o problema, todos sabemos que, para termos mais barganha no "mercado" das mulheres e empresarial(e pq não social?), precisamos fortalecer os nossos alicerces, seja treinar e cuidar da aparência em geral para alcançar um físico respeitável e melhorar nossa auto estima, estudar com afinco para ter um bom emprego ou vaga em um concurso, estudar o lado obscuro das mulheres a modo de não cairmos nos bons e velhos jogos/armadilhas que as mulheres que orbitam nossa vida possam nos submeter, entre muitas outras coisas positivas na vida de um homem como se tonar instruído politicamente e ter uma boa bagagem cultural, tudo certo até então correto? acredito que não seja bem assim

Eu ja estou a tempo suficiente na real para enxergar um pouco alem do que chamarei de "euforia inicial", todos sabemos no fundo o que precisamos fazer, mas a pergunta que eu faço é, quantos de vocês realmente fazem tudo o que precisa ser feito? acredito que uma parte ínfima de nós, mas qual o problema ? será que somos vagabundos ou temos preguiça de fazer as coisas acontecerem? também acredito que não, estudando um pouco sobre hábitos e rotinas, eu cheguei a uma conclusão não muito boa, que nos somos animais de hábitos imagino que não seja surpresa pra ninguém , mas o fato de muitas vezes nos frustrarmos em relação a nos mesmos e o nosso desenvolvimento talvez seja por que o nosso cérebro (que já esta na fase "madura") rejeita inconscientemente mudanças bruscas ao que já estamos acostumados, é como se ele entrasse em TILT, um bom exemplo disso são as promessas de ano novo que nunca são cumpridas, outro exemplo mais realista, vamos supor que você é um cara na faixa dos 22 anos, faz faculdade e não leva muito a sério, é muito magro/gordo e tem a pele ruim, tem pouco traquejo com as mulheres e começar a ler a real, tenho certeza que a priori você vai ficar maravilhado com todo o conhecimento disponibilizado, vai querer mudar sua rotina, fazer dieta, estudar muito mais, enfim vai correr atrás do prejuízo, 



mas o problema ai, é que a "euforia inicial" vai passar, o que vai restar ? talvez você melhore alguns aspectos, vai continuar indo na academia, vai sair mais e até ler um pouco antes das provas, mas isso é o ideal ? claro que não, acredito que muitos se familiarizaram com a situação, também tem aquele pessoal, que é bem recluso, tem poucos amigos e barganha, mas também entra nessa de impor a sua própria mentalidade mil e uma restrições e metas que antes não existiam, o resultado ? frustração, hj eles são alguns dos nossos desafetos mais fervorosos, tem também o pessoal que tem uma vida normal, mas após a real fica bitolado, abandona os amigos por modos diferente de pensar, se isola do mundo e acaba pra variar, frustrado, tem ainda o pessoal que levou aquele papo de "a vida do homem começa aos 30" ao pé da letra, e se anula completamente de qualquer convívio social achando que toda e qualquer coisa(ou pessoa) vai retardar seu suposto sucesso, o que é uma grande besteira

A mensagem que eu quero passar com isso é, desenvolvimento pessoal são planos para a sua vida toda, quanto mais regras vc tentar se impor de uma vez, mais fácil será a chance de vocês fracassarem, mas po, então o que devemos fazer? acredito que acima de tudo devemos ter consciência do quanto de trabalho precisaremos para alcançar algum destaque, e ver a coisa como ela realmente é: um plano para a vida toda,

Em segundo não devemos começar a sentir a "síndrome do guerreiro de apartamento", que consiste em se achar por cima da carne seca intelectualmente, todos precisamos estar em contato com outras pessoas pelo menos por alguns momentos, isso é do ser humano, ng gosta de viver isolado

terceiro, se vocês se consideram fracos, sem estrutura ou barganha para encarar o mundão, não se assustem porque isso é normal, mas não deixem esse sentimento tomar conta de vocês, saibam separar as coisas, toda pessoa precisa de um tempo para se divertir, sair com os amigos, falar besteira, chegar na mulherada e viver, a vida tai pra ser vivida, não se anulem com esse papo de "vou me isolar hoje para viver amanha", o nosso futuro nada mais é que um reflexo do nosso passado, vivam com sabedoria, aproveitem as oportunidades e aos poucos comecem a inserir novas rotinas na vida de vocês entre as já existentes, somente assim nossa mente consegue assimilar melhore as informações e assim conseguiremos resultados concretos e duradouros
Pensem em todas pessoas que começam dieta e desistem depois de semanas, pessoas que começam a treinar e logo largam a mão, pessoas que prometem estudar 3 horas por dia mas depois de 1 semana nem lembram mais, pensem em todas as frustrações, todas elas tem a mesma fonte, que é exigir mais de si do que esta preparado a doar, sejam acima de tudo realistas




RESPOSTAS:

ThothEnki


Correto War.

Ninguém aqui é o super homem e tem dias de 70 horas pra cumprir tudo o que é o ideal da Real.

Alguns dedicam mais tempo aos estudos, outros ao trabalho. Alguns fazem academia, a maioria não faz. 

Com o tempo vi que deve-se estabelecer prioridades conforme as metas que você busca. Primeiro as metas mais urgentes e que te trarão maior retorno, o resto faça o que puder ou deixe em segundo plano. 
Um exemplo: estou nos meus dois últimos anos do curso superior. E acho-os cruciais para o alcance de metas futuras como conseguir um bom emprego, continuar me aprimorando na minha área. 
Nã tenho tempo pra muita coisa por meu curso ser integral e à noite e finais de semana ter que fazer trabalhos, estudar, projetos da faculdade nos tempos livres, provas, etc. Até tentei começar academia uns tempos, mas estava deixando muita coisa acumular aí decidi dar prioridade ao curso superior por enquanto. 

Passei a dedicar praticamente todo o meu tempo ao estudo e algumas horas de lazer fim de semana. Minhas notas aumentaram consideravelmente e até consegui alguma grana com bolsas de estudo que me ajudam um bocado. 
E é isso, por mais quase dois anos ainda vou levando desse modo. Quando começar a trabalhar de fato e me sobrar um pouco mais de tempo durante a semana pretendo iniciar atividade física de modo regular, começar a juntar uma grana boa e colocar planos maiores de aquisição de bens materiais em prática. 
Não deixo de me divertir, sair com amigos fim de semana, beber, mas também não faço disso uma prioridade na vida.

Coloque o que for mais importante no momento no topo da tua lista é isso que importa. 



MaxwellEdson


Honestamente, eu acredito que o desenvolvimento em diversas áreas é muito distante da realidade da maioria dos homens, incluo-me nesse grupo. É uma fraqueza humana.

Pra compensar essa fraqueza, acredito muito no velho "uma coisa de cada vez". Dessa forma, se vc tiver foco em seu objetivo (no singular, não "objetivos"), vc tem chance de conseguir um alto desenvolvimento naquela área. O problema é o abandono aos outros objetivos, mas de toda forma, vc avança em algo. Eu estou vivendo a minha vida assim.

Exemplo extremo, um cara gordo, sem dinheiro, sem vida social e burro. Se vc mandar esse cara cuidar do desenvolvimento, ele vai, como o War disse, se empolgar, passar talvez umas duas ou três semanas planejando e até executando seus planos, mas depois volta pra merda antes de mudar algo. Continua um fudido.

Agora imagina se esse cara foca em emagrecer, entrar numa academia, e mudar a alimentação. E imagina que ele só foca nisso nos próximos 4 meses. Continua burro, pobre e sem dinheiro, mas passados os 4 meses, onde ele colocou sua forma física como obsessão, ele conseguiu emagrecer, até pq essa era sua única preocupação. Depois disso, além de reservar um tempo pra manter a forma, o cara decidiu estudar pesado pra entrar em um vestibular. Pesado mesmo. O cara fez disso uma meta pra 1 ano. Daí traça um plano pra separar alguns minutos pra manter a forma conquistada e o resto do tempo só "livros", foda-se o resto, foda-se tudo e todos, o lance é passar no vestiba, não vai fazer mais e não desenvolver NADA além disso. Esse cara tem grandes chances de, se não enlouquecer, passar no seu vestibular.

Se vc coloca 5 metas na sua vida, logo perderá o foco e não alcançara nenhum delas. Agora se vc traça apenas 1 meta e deixa as outras 4. Isso mesmo, UMA meta que vai ser sua obsessão, apenas uma, vc não vai se importar mais com nada, só com isso. Meu amigo, vc pode até não alcançar nunca aqueles outras 4 metas, mas a que vc escolheu, essa sim vai ser conquistada. Penso assim, na verdade, não só penso como vejo esse como o único método que funciona comigo. Inclusive minha meta pra esse semestre vai ser cuidar do meu corpo e nada mais. E o resto? tento administrar o que já conquistei e foda-se o resto.



CONAN


Belo assunto War.

Ao meu ver o principal problema nesta fase de "desenvolvimento" é que deveria haver outra fase anteriormente : a do autoconhecimento!
Qdo leios os vários posts aqui fica visível q tenta-se criar uma fórmula para o desenv.pessoal: seja marombado(com no mínimo 40cm de braço), seja rico(com uma renda de 5k no mínimo e um carro zero pica das galáxias na garagem), seja sociável, tenha traquejo, resumindo transforme-se nesses exemplos, de fora pra dentro...

Sempre bati nessa tecla e farei mais uma vez, desenvolvimento pessoal só vem depois do AUTOCONHECIMENTO! 

Será que preciso realmente ser bombado, ter uma renda que ULTRAPASSE algo que já me traria bem-estar pessoal, preciso realmente ter um carro de 100k pra atender minhas necessidades? Ou será isso somente um Pua mais sofisticado, q aplica seu desenvimento e sua vida correndo atrás de buceta, esbanjando seus status e conquistas?
Não sou contra q as pessoas se desenvolvam e adquiram o q mencionei anteriormente (eu msm sou marombeiro,msm sem ter tempo livre e com uma hérnia q me impede de fazer vários exercícios). 
Mas a questão não é fazer e sim saber o porquê fazer, conhecer suas próprias necessidades e limitações e principalmente, fazer por VOCÊ, por sua auto-estima, saúde, pra ter sua independência financeira (as pessoas são distintas 3k pra alguns é suficiente, pra outros 10k é uma mixaria e por aí vai...)

Não devemos ser o q a sociedade quer q sejamos e sim o q queremos ser, semdo assim evitaremos frustrações, angústias, poderemos nos focar no principal para cada momento da vida.



Lee


Acho que as três idéias do War (as consciências de que desenvolvimento envolve um planejamento para a vida toda/de longo prazo e de que precisamos do contato com outras pessoas, além de adicionarmos rotinas aos poucos em nossa vida) "casam" perfeitamente com os posts que vieram a seguir: precisamos de foco naquilo que é mais urgente.

Ex: antes de conseguirmos um emprego foda precisamos entrar num curso foda. E pra isso, na maioria das vezes, precisamos estudar bastante para o vestibular - essa seria a primeira missão, o foco inicial.

Também acabo enfrentando enormes problemas com relação à rotina. MEU CÉREBRO NÃO ESTÁ ACOSTUMADO A ESTUDAR (e isso nas primeiras duas décadas de vida praticamente), portanto uma meta de 4, 5 ou 6 horas por dia, de segunda a sábado, eu não consigo alcançar num primeiro momento. Apesar de que eu acredito que posso alcançar isso daqui a alguns anos, já percebi que terei que me contentar com menos no início. Do contrário, só alcançarei decepção e fugirei da minha realidade. O que me atrapalha mais ainda, me deixando ansioso e frustrado comigo mesmo.

Tal como o confrade comentou anteriormente, também tive que priorizar estudo e trabalho em detrimento da academia. Vou ter que deixar isso pra depois,isto é, somente se eu puder realmente priorizar isso. Acredito, por exemplo, que mais importante que um físico destacado seja saber se defender e evitar confusões (ser prudente, evitar estar perto de manginas fazendo manginices, por exemplo). E isso, no momento eu posso conciliar um pouco melhor com estudo e trabalho.

Pretendo ainda selecionar um pouco mais minhas prioridades e melhorar minha rotina aos poucos pra não ficar exausto e frustrado em menos de um mês, como já me aconteceu outras vezes.

O tópico do MattHeafy sobre desenvolvimento e a história dele também ajuda bastante nesse sentido, mas é necessário ter estas questões sempre em mente.



Oboss


O que eu conclui de tudo, principalmente, é que devemos manter os pés no chão e ter paciência. Todo mundo quer ficar bem na vida, ter dinheiro, reconhecimento; só que isso não surge do dia para a noite.

A paciência é uma virtude muito importante, temos que parar com essa vontade de querer ter tudo 'pra agora'.



Outra coisa que as vezes acontece comigo é a auto cobrança exagerada. 

Diante de determinadas situações eu me saio até bem e tenho mais acertos do que erros, porém um simples erro, por mais insignificante que seja, me faz esquecer quase totalmente dos meus acertos. 

Fico martelando aquele erro na mente e vêm um sentimento de frustração e de que eu não fui 100 %, quando na verdade eu deveria era estar realizado por ter acertado mais do que errado.

Tenho que parar com essa bobagem.



WhiteJaws

Este é um tópico primoroso, o mundo vai continuar a mesma merda de sempre, inclusive muitos que nos cercam continuarão iguais. O War autor do tópico expos uma preocupação relacionada a bitolação, isolamento e extremismo. A Real alberga momentos de trollagem e desabafos acerca das injustiças do sistema mundano marxista, mas é só isso, creio que a Real não é uma fonte de produção Jihadista rsrrssrrsrsr. A Real gera uma disciplina no macho e um autorespeito naturalmente, um dever infinito pela busca da perfeição. O macho vai ter que lutar para conquistar o sucesso e o desenvolvimento, é uma luta constante com rounds até o final da vida, não se tem como evitar isso, é nossa natureza, o luxo de ser um adolescente matrixiano e mimado uma hora vai sumir.Temos que coaduanar tais deveres de natureza masculina com nossas capacidades e expectativas, assim viramos homens de verdade, o mundo é cinico e filho da puta e estamos nele com nossos limites e defeitos.Tentamos andar para frente da melhor maneira possível mas muitas vezes não alcançamos o destino almejado, faz parte, e muitas vezes lutamos contra nós mesmos, nisso formamos nossa dignidade e honra.A cobrança evolutiva é um peso permanente, mas devemos ter momentos de lazer gerando um equilibrio, tal conscientização nos faz seguir com respeito a todas imperfeições que temos e que nos envolvem, apesar das dificuldades acreditamos que vamos melhorar e vencer, são os motivos e virtudes dos simples e isso faz bem ao "coração".

1 comentários:

  1. Excelente texto da real. Estava justamente a pouco fazendo esta reflexão e esse texto caiu do céu rsrsrs.

    Parabéns por compartilharem essa informação que vale mais que água

    ResponderExcluir