Mulheres preferem homens bonitos a ricos?

Um estudo da Universidade de Saint Andrews, da Escócia, diz que as mulheres estão se importando mais com a aparência física dos homens do que com a conta bancária. Mas será que o resultado dessa pesquisa vale para as brasileiras? Será que elas preferem os bonitos aos ricos?

De acordo com o psicólogo Mauro Godoy - psicólogo clínico licenciado pelo Border do Estado da Flórida, EUA, epecializado em psicologia analítica (Jung), mitologia e antropologia -, houve uma mudança no padrão de comportamento feminino e masculino. Segundo ele, as mulheres, antigamente, eram criadas para dependerem financeiramente dos homens, e os homens, para dependerem emocionalmente das mulheres.

"Eles buscavam duas pessoas: os homens procuravam uma mulher bonita e atraente, e também uma espécie de mãe protetora que soubesse cozinhar, lavar e etc. E as mulheres procuravam um homem bonito, mas que também fosse uma espécie de pai, rico e responsável", explica.

Segundo Godoy, hoje em dia os homens e as mulheres aprenderam a se cuidar sozinhos. "A mulher não precisa mais do tutor para sustentá-la e nem o homem depende da mulher enquanto mãe. Com isso houve uma valorização da beleza, que é relativa e depende de cada cultura", diz.

Para o psicanalista Wanderley Paes - especialista em comportamento e metafísica - com a autosuficiência financeira, as mulheres passaram a buscar beleza, inteligência e charme nos homens, em vez de uma situação financeira estável. "Muitas vezes um indivíduo rico pode representar para a mulher a possibilidade de controle de sua vida, uma interferência em sua independência", argumenta.

Já a psicóloga Virginia Marchini,- hipnoterapeuta, especialista em psicologia analítica, docente em universidade e fundadora do Centro de Desenvolvimento do Potencial Intuitivo - essa pesquisa realizada na Escócia não é adequada ao Brasil. Ela diz que ainda existem muitas mulheres que sonham em ser sustentadas pelos homens. No entanto, as mulheres que se libertam desse padrão do 'homem bem estabelecido financeiramente', atualmente não estão em busca da beleza, mas sim de maturidade.

"Observo em meu consultório que a maioria das mulheres bonitas e independentes está em busca de companheirismo, de um homem com maturidade, com comprometimento, e não estão encontrando isso", conta.

De acordo com a jornalista Raquel Marangoni, 31, os homens ainda têm que exercer o papel de provedor. "É claro que a mulher pode ajudar no sustento, mas têm coisas que é o homem que tem que cuidar", diz. Para ela, o quesito beleza não é o primordial no sexo masculino, mas sim inteligência, por exemplo.

Já a auxiliar de enfermagem Fabíola Monteiro, 23, se importa mais com a beleza do que com a situação financeira. "Prefiro morar de baixo de uma ponte com alguém que eu ame e que seja do meu gosto a ficar com um velho só porque ele tem dinheiro", salienta.

A recepcionista Flavia Pereira Alves, 26, discorda do resultado da pesquisa e diz que a maioria das pessoas é movida pelo interesse. Segundo ela, mesmo com a independência financeira das mulheres, o status do parceiro ainda é levado em consideração.

"Se o homem não tiver uma vida estável ou um carro do ano uma conta razoável, isso acaba se tornando uma barreira e fica mais difícil o relacionamento acontecer. Para mim isso é uma coisa completamente boba e sem sentido, mas para muitas é uma espécie de vantagem poder mostrar para família e amigos que tem um namorado que tem grana", justifica.

Fonte: Terra

4 comentários:

  1. Eu vou continuar batendo na mesma tecla... daqui a + ou - 20 anos, pessoas bonitas serão melhor vistas do que as pessoas ricas, isso porque tanto os homens tanto as mulheres boicotam a seleção sexual, assim resultando o número de pessoas bonitas sendo menor do que as pessoas ricas; e tudo que é raro será valorizado.

    ResponderExcluir
  2. Desculpe não ter me identificado, mas eu afirmo. Não sou um Adonis, mas estou um pouco acima da média em termos de beleza. Mas reforço: du... vi... do!!!!

    ResponderExcluir
  3. Não acredite no que elas falam e sim no que fazem. A maioria das pessoas é mediana, os feios feios mesmo são mais raros que os alfas. Portanto, você pode não ser um deus da beleza, mas sendo mediano, vai se destacar sendo rico.

    ResponderExcluir