Tentando Mudar de Vida - Ajuda

Dúvida respondida pelo Conde
Amigos, como já exposto, meu nome é Mairon.
Tenho 17 Anos e sou estudante.
Cheguei da universidade cedo (10:00hrs da manhã), e, peregrinando em blogs e mais blogs, parei aqui.
E acho que já faz umas 7 horas que eu estou lendo sem parar vários textos do fórim e dos blogs associados. Nem almocei, pra ser sincero.
E hoje, poderia dizer que tive um insight, catarse, eu não sei.
Mas hoje li textos que foram um verdadeiro "tapa na cara"
E isso me fez repensar várias coisas da minha vida. 
Digo que, pela primeira vez na minha vida, resolvi tomar uma atitude quanto a mim mesmo.
E digo isso em todos os aspectos da minha vida, principalmente nessa parte de relacionamentos, a qual gostaria de compartilhar com vocês para receber alguma orientação.

Bom, minha situação é o seguinte.
Quanto ao meu comportamento, sou taxado como nerd apesar de eu não me reconhecer nesse grupo. penso ser eu mesmo, sem atribuições. Sempre gostei de estudar e isso me rendeu bastante sucesso na vida escolar e agora, acadêmica. E, por isso, as pessoas normalmente me consideram "inteligente", apesar de eu ser bastante pessimista quanto á isso e ter uma baixa auto-estima.
E isso me afetou nessa parte de relacionamentos.
Bom, fiquei com poucas meninas até agora. Mas o meu problema é a tal da "friendzone".
Apesar de ser bastante cético quanto á existência da mesma, percebi que esse formação apareceu em todos as minhas tentativas de me relacionar com alguém verdadeiramente. Pra mim isso era normal. Durante todo o meu Ensino Médio isso apareceu paulatinamente, o que hoje depois desse esclarecimento, me deixa frustrado. A maioria das meninas que se aproximaram de mim, foi porque eu sou inteligente e esforçado, o que é motivo de admiração, não de excitação.
Não sou um cara feio, mas também não sou bonito, digamos que sou médio.
Eu estou farto de ser chamado de fofo, meigo e etc. Sempre achei isso muito gay, mas achava que as coisas funcionavam assim e já estava me acostumando á viver nessas repetidas idealizações Até eu parar nesse fórum...

E até algumas horas atrás, eu estava na Friendzone com uma menina que ainda gosto, mas somos amigos. E, agora depois de ter saido dessa caverna, as peças parecem se encaixar. O status de amigo nunca iria mudar. O que até então eu pensava mudar.
Conheci ela num cursinho pré-vestibular. E, infelizmente, acabei sendo friendzoneado cabulosamente. Achava ela muito gata e legal, e com isso, ajudei muito nela nos estudos deixando até de estudar. Um verdadeiro capacho, mas inconsciente.
Ela era muito burra, não queria saber de estudar. Eu fiquei no pé dela, fiz ela começar a estudar, ajudei ela e hoje ela está cursando Contabilidade numa Universidade Federal. Se não fosse por mim, ela estaria piriguetando por aí.
Ela foi pra uma universidade, eu fui pra outra, mas conversamos todo dia. Agora vejo minhas conversas e penso: como eu sou retardado. Boiolisticamente, eu me abria pra ela, falava do que eu sentia e etc. Um verdadeiro maricas. Mas ás vezes parecia que eu estava num monólogo. Ela tava pouco se lixando pra mim. Acho que respondia minhas mensagens por respeito. Quando eu via que ela tinha falado algo comigo, eu corria feito loco pra ver o que era. Passava o dia todo pensando nela e etc.
Definitivamente, cheguei ao fundo poço moral.

Cara, eu fui ludibriado de forma tão fácil, quase maquiavélica.

Mas hoje eu resolvi tomar uma postura de HOMEM. Pela primeira vez na minha vida, resolvi ser realmente FODA. Cansei de viver passivamente, achando que as coisas aconteciam por acontecer. Como eu li num texto aqui na página, passarei a ser o agente ativo da minha vida. Se antes eu estudava por que gostava, agora terá uma pitada de ambição, de vontade de crescer.
Se antes eu estudar, agora vou estudar pra carai, ser cabuloso mesmo. Querendo ou não, a verdade é essa. Pra poder barganhar com o sexo frágil, tem que ter cacife. O que não é problema pra mim, pois sempre fui bastante determinado, só que para futilidades. Estou ainda no meu primeiro semestre e ainda posso virar o jogo. Eu ingenuamente achava que sendo legal, atencioso e sincero eu seria o mais querido da mulherada. :facepalm: 

E olhe que eu já tinha sido avisado disso. Pela minha mãe. Uma mulher bastante lúcida, séria que me ensinou moralmente de forma magistral através de sua atitide como uma esposa honrada. Um exemplo. Um dia ela sabendo que eu tinha uma amiga menina ela me falou: Mairon, pode parar com isso que não existe amizade de homem e mulher solteiro! E eu nem dei atenção pra esse valioso conselho.

Vou me afastar dessa jovem. Aliás, já desativei todas as formas de conversar com ela. Se um dia eu me encontrar com ela e ela me perguntar porque eu sumi, serei bastante franco: Não quero ser amiguinho de mulher. Ou dá, ou desce!

Sou muito sedentário, apesar de ser magro. Tentei me firmar em academias, mas por causa da minha baixa auto-estima eu não me mantia. Mas agora eu vou mudar isso. Vou praticar esportes, parar de ser mongol e fazer coisas saudáveis. Sempre fui responsável com os meus estudos, menos comigo mesmo.

Cara, eu nem sei mais o que escrever.
Só peço ajuda ao pessoal ae.
Leituras, indicações, conselhos e etc.
Qualquer ajuda é bem vinda nessa minha nova fase da minha vida.

E podem apostar, não sou fogo de palha. Como já tinha dito, sempre fui Determinado com várias coisas, agora vou me esforçar pra canalizar isso pra algo que eu nunca tinha feito: Pra mim mesmo. :sentido: 

E desde já agradeço o fórum. Parabéns, agora estou começando a cair na REAL.



RESPOSTA



Seja bem vindo à Real, fico muito feliz em ler relatos como o seu, esse despertar, essa saída da caverna (Matrix) e ver o mundo e as pessoas que te rodeiam da forma tal qual o são. Além, óbvio, de acordar para a prioridade maior da sua existência, que é VOCÊ mesmo.

Ademais, algumas considerações:

1) Não saia feito um imbecil metendo a Real em todo mundo, chutando bundas de mulheres a rodo. Eu sei que é muito foda saber que foi enganado até então. Mas internalize isso, saiba usar a Real a seu favor, faça ela trabalhar para você. No caso da sua "amiga" simplesmente corte contato como você fez e se ela vier te questionar desse sumiço seja franco mas não mal educado e grosso. Diga-lhe que não quer amizade, que quer algo mais e se não rolar cada um para o seu lado. Lembre-se que assim como ela tem direito de querer ou não nada contigo você também tem o direito de querer cortar essa relação que não te traz retorno algum. E ponto, nada mais;

2) Não caia na pilha de seus colegas/amigos paspalhos que te rotulam de nerd na simples intenção de te ridicularizar. Você acha ridículo e demérito ser estudioso e inteligente? Você é menos do que eles porque não fica em baladas imbecis torrando dinheiro, bebendo feito um porco e implorando por bitocas de vadias baladeiras? Você é um idiota porque não usa roupas coloridas e nem cabelinhos bixolas? Claro que não, seja dono de sua vida, não deixe terceiros interferir em seu comportamento, faça sempre o que é bom para si e não para os outros;

3) Mantenha seu foco em seu crescimento e desenvolvimento pessoal como você já percebeu. Não há investimento maior para se fazer do que empregar todo o seu foco e forças em si mesmo. Pare de priorizar terceiros em detrimento de si. Seja o ator principal e não o eterno coadjuvante de sua história. Seu sucesso depende única e exclusivamente de saber domar seu Eu interior e fazê-lo não te sabotar mais.

0 comentários:

Postar um comentário