Nelson Gonçalves e a Real

A Flor do Meu Bairro
Nelson Gonçalves

A minha historia é vulgar
mas algo fica provado
nem sempre o primeiro amor
é o primeiro namorado

A flor do meu bairro
Tinha o lirismo da lua
Morava na minha rua
Num chalé fronteiro ao meu
Eu conheci
O seu primeiro amor
A sua primeira dor
E o primeiro erro seu
Lembro-me ainda
O bairro inteiro sentiu
A flor ingênua sumiu
Com seu amor, o seu rei
E eu que era
Seu primeiro namorado
De tão triste e apaixonado
Nunca mais me enamorei
Hoje depois de alguns anos
Eu encontrei-me com ela
Na rua dos desenganos
Menos ingênua e mais bela
Ela fingindo desejo
A boca me ofereceu
E eu paguei por um beijo
Que no passado foi meu
A minha história é vulgar
Mas algo fica provado
Nem sempre o primeiro amor
É o primeiro namorado

A minha história é vulgar
Mas algo fica provado
Nem sempre o primeiro amor
É o primeiro namorado

0 comentários:

Postar um comentário