Estudos e desenvolvimento pessoal

Por ThothEnki, moderador do fórum Mundo Realista



Muito falamos na Real sobre a importância do desenvolvimento pessoal e sobre como é importante atentar para o desenvolvimento em todas as áreas da vida. Queremos nos desenvolver fisicamente praticando exercícios físicos e praticando esportes ou luta. Pra isso precisamos de aparelhagem para tal, seja se for praticar exercício em casa ou então desembolsar grana pra pagar a mensalidade da academia.


Queremos desenvolvimento na área social, e esse desenvolvimento só é encontrado se você tirar a bunda desse computador e parar de gastar metade do seu dia metendo a real no Facebook e redes sociais em esquerdistas e feminazis que não querem nem saber do que você falou. 


Ao invés disso saia de casa de vez em quando e faça qualquer coisa: vá pra um cinema, jogar um futebol com os amigos, arme um churrasco e chame umas vadias, vá pra uma livraria e passe o dia lendo algo que te interesse, saia estudar em uma biblioteca, etc. Você só consegue desenvolvimento social se tiver junto a outras pessoas e interagindo com elas. Não precisa se transformar no babaca super social que sai pra baladas todo final de semana. Mas não polarize pro outro lado virando um ser que não sai de casa pra nada. 



Queremos nos desenvolver economicamente e aproveitar tudo o que isso traz, comprar um carro, ter a própria casa, comprar roupas de qualidade (não exorbitantemente caras, mas que caiam bem no corpo), livros, uma cerveja, ter grana pra ir pra EdR’s, comer GPs pra esvaziar o saco, levar uma marmita pro motel, etc). O resto é o desenvolvimento dentro da Real que todos já estamos cansados de saber, mas o mais importante aqui é que esse desenvolvimento pessoal é algo que demanda tempo e principalmente grana. E se você é um pobre fudido você não vai avançar muito nesse caminho. Só há uma coisa que você pode fazer: estudar feito um cavalo ou viver reclamando da vida. 






Se escolher pela primeira opção você vai precisar gastar muito do seu tempo estudando. Seja pra entrar na faculdade, terminar o ensino médio, concluir seu curso superior, passar em um concurso difícil e top, estudar sobre o mercado financeiro pra melhorar a rentabilidade de seus investimentos ou mesmo pra montar o próprio negócio. Tudo exige estudo. 




Se escolher o segundo caminho vai continuar nesse teu estado atual, nessa merda que você insiste em chamar de vida. Vai continuar sendo um beta, carente, reclamão, um ser inferior e sem valor alguma para a sociedade. 









"FAZER O QUE GOSTA" É SÓ UMA MENTIRA CRIADA PARA TE FUDER!

Aí o cara fica desesperado e pensando no que vai fazer da vida. Com o que trabalhar? Qual a minha habilidade? Eu quero fazer o que gosto, mas não sei do que gosto. Que merda de curso, carreira, trabalho eu escolho? Isso não importa imbecil. Isso é tudo idéia politicamente correta pra deixar as pessoas mais ‘confortáveis’ quanto à escolha da carreira, porque o ser humano é vagabundo por natureza e todo mundo sabe que não há caminho fácil para o sucesso. Se você quer ser alguém importante, enriquecer, ser admirado, respeitado vai ter que largar esse mimimi escroto e essa choradeira e ver que NÃO HÁ CAMINHO FÁCIL PARA O SUCESSO. 



Portanto crie um objetivo e faça de tudo para alcançá-lo. Escolha um curso, trabalho, carreira, concurso, vestibular, etc; e dedique tudo que puder àquilo. Não interessa se você tem habilidade para tal ou não, desenvolva-a. 






Há a habilidade inata, quando a pessoa já tem habilidade melhorada para certa ação, como tocar música por exemplo; e a habilidade adquirida, que é quando a pessoa não tem habilidade pra o que quer fazer mas mesmo assim insiste tanto e pratica tanto, gasta muito seu tempo e a desenvolve. 

A maioria das pessoas não possui habilidade pra realizar porcaria nenhuma, e talvez eu, por exemplo, não possua habilidade pra escrever um texto pra passar essa mensagem com perfeição e você talvez não possua habilidade inata pra realizar o trabalho que realiza atualmente. Mas pouco importa; estamos ambos nos esforçando pra melhorar esses nossos pontos falhos. 



E é isso que você deve fazer: se esforçar, trabalhar, suar sangue pra atingir as metas que você quer; e sabe porquê?





Porque nada daquilo que descrevi acima, sobre desenvolvimento irá pra frente se você não tiver dinheiro. E você só conseguirá dinheiro se tiver capacidade para tal. Se tiver capacidade pra investir e tomar decisões sobre investimentos, saber cálculos matemáticos, saber interpretar e aplicar as idéias que lê nos seus livros sobre o assunto. 

Só terá bons resultados com seus exercícios e dieta se souber calcular uma dieta, a quantidade correta de ingredientes, concentrações, saber ler adequadamente e interpretar o mínimo das informações contidas na bula de algum suplemento que esteja usando. 

Só melhorará seu emprego se for considerado competente, se tiver formação o suficiente pra escrever, falar, se expressar e raciocinar dentro do conjunto de habilidades necessárias ao desenvolvimento de suas funções. 



PORTUGUÊS E MATEMÁTICA


Para aprimorar essas habilidades que te trarão as vantagens e características que te diferenciarão dos demais concorrentes dentro da competição do mercado de trabalho (cargos dentro de empresa, sua empresa contra o mercado, investimentos, curso superior, concurso, etc) há duas disciplinas importantíssimas e por isso mesmo que são essas duas as primeiras que você aprendeu quando tinha lá seus 7-8 anos e que faziam parte do ensino FUNDAMENTAL . Com o tempo a gente vai deixando de lado o tal do Português (incluso criação de textos) e Matemática e se envolve com as disciplinas que consideramos mais importantes à nossa formação, como biologia, história, física, química, direito constitucional, farmacologia, semiologia, cálculo diferencial integral, etc (insira aqui qualquer disciplina que considere mais relevante que as duas básicas). 



Sem essas duas disciplinas fundamentais bem estruturadas na sua mente você não vai tão longe quanto imagina. Sem os princípios matemáticos bem fundamentados não conseguirá efetuar desde os cálculos mais simples como cálculos de porcentagem para investir no mercado de ações, por exemplo, até aquelas fórmulas malucas do seu curso superior que você não faz idéia de por onde começar a resolução do exercício. 



Sem uma boa escrita, fundamentada nas regras gramaticais e conhecimento da significação das palavras, ninguém vai dar grande valor pra o que você escreve, seja uma carta de interesse para tentativa de vaga de emprego, seja a descrição de suas habilidades em um currículo, sua redação do ENEM, suas respostas de prova ou de um concurso e muito menos a sua má escrita em Fóruns da internet ou páginas do Facebook. As pessoas não vão parar pra ler e se atentar à informações escritas por um cara adulto e que tenham o formato textual e lógico da escrita de uma criança de sete anos de idade. 



O estudo da língua portuguesa ainda te ajudará a se expressar melhor, falar bem em público, aumentar seu vocabulário. É assim que surgem pessoas destacadas, importantes, excelentes profissionais, somente com muito estudo, força, dedicação, aprimoramento contínuo. E aí, você vai querer ter a escrita e importância de um escritor exímio, como é o caso do Roberto, ou ser taxado como um moleque ridículo como um Federação?



Isso só depende de você e do quanto você quer se esforçar pra tal. Ninguém aqui vai pegar na sua mãozinha enquanto você passa noites em claro estudando. Se você quer sair dessa inércia e ganhar grana, ter uma boa profissão e um futuro que não seja de um fudido qualquer isso só depende de você e do quanto você está disposta a se sacrificar para tal. 




VOCÊ É, SIM, O QUE VOCÊ FAZ!


E não esqueça o fundamental, o básico, o principal. Sem isso você não vai conseguir muito mais que um salarinho de tecnólogo numa empresa mais ou menos enquanto reclama de ser mandado pelo seu superior, uma mulher que chegou lá dando o rabo pro chefe, enquanto você está abaixo, no chão de fábrica. O mundo é injusto e todos sabemos disso, resta saber o quanto você está disposto a deixar que essa injustiça acabe com as suas forças e sua vontade. E aí? Vai ficar parado reclamando do mundo enquanto isso tudo não muda ou vai buscar um lugar de destaque e ter o prazer de sorrir e provar a todos os que estão à sua volta dizendo pra você que não adianta se esforçar que eles estavam errados?





Pare de pensar na porcaria da frase do Tyler do clube da luta: “Você não é o seu emprego!” Você é seu emprego sim o imbecil, pra sociedade você é o que faz, pra maioria das pessoas você é o seu emprego e o status que vem embutido nesse olhar. E seu emprego e toda a sua carreira, e as benesses econômicas que isso traz e que leva a tudo o mais, não são mais que a soma de todas as suas habilidades elevadas ao máximo pelo seu esforço e dedicação.

:sentido:

1 comentários:

  1. Um ótimo texto com toda a certeza. Deixo aqui a minha opinião de que, a Real em si é baseada no seu próprio desenvolvimento através da verdade Real, e não perante uma idealização qualquer. Saliento ainda que mais importante do que qualquer outra coisa, a sua vida, a sua moral, a sua honra e sua dignidade está ligada intrinsecamente à seus feitos. Por isso, força guerreiros !

    ResponderExcluir