O leão domesticado (tirado da antiga MGHB)

Resgatado por Nedless Kane


Os princípios feministas de "homem moderno" e da "mulher bem resolvida" tem criado um modelo de homem sensível, submisso, e bundão!

Na teoria isso parece lindo. Um homem romântico, que ama as mulheres, faz tudo por sua amada e é claro acha lindo elas conseguindo mais e mais direitos e leis em que somente elas são privilegiadas. Como um homem pode achar isso lindo?

Simples. Tendo sua cabeça bombardeada com idéias feministas, mais a idéia de 'mulher perfeita e romântica',(mesmo romantismo e feminismo sendo idéias contrárias) ele acha que se seguir os preceitos do feminismo ele e sua amada viverão juntos e alegres pra sempre, respeitando um ao outro, como na clássica cena dos dois namorados brincando de pega-pega em volta de uma árvore.

O que nosso amigo moderno e descolado não sabe é que antes das mulheres serem mulheres, são seres humanos como ele. E como tal tem um defeito inerente a todos nós que é pisar e se aproveitar daqueles que abaixam a cabeça. E por ser fêmea terá a tendência a querer o macho mais forte. Caso ele não seja forte, haverá outras utilidades que nosso machinho beta poderá exercer.

Juntem o desejo da fêmea de ser amada pelo número máximo de machos possíveis, a libido do homem, homens capachos e o ego monstro das fêmeas e verá o resultado disso.

Mas não é só isso. Dentro da cabecinha do homem matrixiano conformado alguma coisa o diz que algo está errado. Quando vê os cafas que não respeitam as pobres mulheres e as usam(machistas malvados), quando vê que as pobres mulheres são enganadas(curiosamente uma vez atrás da outras,sempre), pensa que poderia chutar o balde e se tornar como eles.

Muitas vezes já é um pouco tarde e se ele não abrir os olhos e perceber que é um homem, se não libertar o espírito de guerreiro dentro de si, irá viver o resto de sua vida com dúvidas na mente sem saber se está negando sua natureza e sua virilidade, ou se isso são só conceitos machistas.

Mesmo quando abre os olhos não sai da Matrix sem seqüelas. Quando se vê no mundo real, está ainda preso ao medo e insegurança ao tratar com as mulheres pois nunca foi macho (sempre achou esse termo tão feio) pra mostrar virilidade diante delas(e do mundo). Se sente estranho quando percebe que as mulheres o desprezam só de olhar. Não sabe que não se trata (necessariamente) de suas roupas, sua beleza física ou seu dinheiro, mas da imagem que passa a elas.

Ele não se porta como um homem, não se move e não tem o olhar viril de um homem. Olha seus olhos no espelho e se sente como um leão que foi capturado e agora solto na selva não sabe como sobreviver por conta própria.

Parece que ele está bem pior que antes não? Não, não está! Pois agora que vê o resultado de anos de educação feminista e Matrix lhe fizeram, tem um desafio de verdade. Agora irá saber o que é se tornar um homem de verdade, mesmo que isso custe muita dor. E verá que está melhor do que quando vivia feliz na sua esperança messiânica da garota especial e das mulheres independentes e justas.

2 comentários:

  1. Muito bom, simples e perfeito. É uma fase de transição difícil, porém necessária. É a libertação.

    ResponderExcluir
  2. " Juntem o desejo da fêmea de ser amada pelo número máximo de machos possíveis, a libido do homem, homens capachos e o ego monstro das fêmeas e verá o resultado disso."

    Factual, é esta a realidade, parabéns pela clareza de ideias.
    Para a mulher moderna, o homem perfeito é aquele que paga as contas, e leva na desportiva, ela dormir com vários.

    ResponderExcluir