[RELATO] OS JOGUINHOS E INFERNINHOS QUE VIVI POR 5 ANOS


Relato gigantesco do confrade Bodyhunter (caçador de corpos). Vale a pena conferir.



Depois de 3 anos solteiro, resolvi colocar o meu relato para todos os confrades lerem e opinarem. Foram 5 anos de relacionamento: 2 anos ficando e 3 anos de namoro. Considero 5 anos, pois eu e minha ex vivíamos juntos como namorados.


Bom, sou de família de classe média. Tenho 2 irmãos. Um é gemeo comigo e outro mais velho. Meus pais são exemplo de casados. Apesar das diversidades e problemas do casamento, os velhos conseguiram formar os filhos. Deram somente os estudos. E nisso temos um médico, advogado e engenheiro elétrico. Sempre fui um cara preocupado com meu futuro profissional. Isso sempre superou a minha tara por mulheres. Sempre as coloquei em segundo plano, claro, tirando minha mãe.Após algum tempo de cursinho, entrei na faculdade de direito. Decidi que lá dentro eu levaria muito a sério meus estudos. Entrei estudando para concursos. 

Com 18 anos, arranjei minha primeira namorada. Durou somente 1 mês, pois nao suportei o fanatismo dos pais dela e dela mesma. Relato aqui: viewtopic.php?f=14&t=11190&p=337440#p337440 Após 8 anos, descubro que essa ex é mãe solteira de 2 filhos. Sempre eu, irmaos e pais frequentávamos festas de parentes. Primos, primas, tias, etc. Uma das minhas primas, chamada Clara (nome fictício), sempre dizia a mae que me achava lindo. Ela tinha 14 para 15 anos nessa época e eu 17. No aniversário dela de 15 anos, ela me chamou para dançar a valsa e se declarou para mim. Fiquei surpreso, pois é prima e eu nunca a via de outra forma do que uma simples parente.

A mesma pegou meu msn, orkut e se declarou totalmente. Isso tudo em 2005. Eu, frio e distante, sempre desviava dos assuntos. Até que um dia pensei comigo e fui em frente. Acabei ficando com ela. Nessa época, ficava com ela e mais 2 se não me engano. Ela sempre se declarando, dizendo que sempre me amou, blablabla. E eu, na minha e só concordando. Nesse tempo ficando, escondi de praticamente toda família. Imagina: ficar com prima e eles descobrirem. Fiquei preocupado com a reação deles, principalmente do meu tio (ex sogro). Depois de uns 5 meses, todos sacaram que eu e a Clara ficávamos, menos meu ex sogro.

De 2005 a 2007, era pré vestibulando. Estudando muito e sempre sonhando em fazer o curso de direito na UnB de brasília. Não sonhava em namorar. Não teria a mínima paciência com isso. Após 2 anos ficando com a Clara, ela descobre que eu tinha outras marmitas. Ficou emputecida com isso e começou a ficar com outros rapazes. Como um meio dela perder o interesse por mim, resolvi finalmente pedi-la em namoro. Dia 10 de Fevereiro de 2007: levei a Clara a um restaurante Chinês chique da minha cidade. Tentando se passar por romantico "hollywoodiano", comprei chocolates, flores e escrevi uma cartinha para ela. Ao pedir em namoro, ela nem acreditava, pois enrolei 2 anos. Chorou, chorou e chorou. A partir daí começa minha fase de homem comprometido com a priminha.

Quando ficávamos, sempre tentei transar com ela. Sabia que era virgem e com isso, ela sempre evitou. Nas escadas do prédio, nos jardins, sempre tentei e nada dava certo. Pensei comigo que ela era virgem e portanto teria q ter muita paciencia. E com isso, fui um rapaz paciente, bonzinho e começando a gostar dela.

Em 3 meses de namoro, brigamos feio (nao me lembro o motivo). Ela foi em uma festa e me traiu. Isso mesmo..ficou com um menino lá. Ao voltar para casa, ela me contou tudo. Eu sinceramente pensei em terminar, mas minha vontade de tirar a virgindade dela falou mais alto. Queria ser o primeiro. Entao, a perdoei e continuamos o namoro. Prometi a ela que nao jogaria na cara essa parte. Em relação a virgindade, após 9 meses tentando e sem comer ninguem, disse a Clara que era melhor terminarmos, pois estava no limite da libido e nao aguentaria mais e, portanto, iria trair. Ela chorou horrores e disse para eu ter mais paciencia. Com 10 meses de namoro, rolou finalmente. Nao curti muito, pois tem que ter toda aquela paciencia do mundo, mas rolou.

Nessa época nao tinha contato mais com minhas marmitas e aos poucos fui me afastando dos amigos baladeiros. No fim de 2007, foi a formatura do meu melhor amigo chamado Artemis (nome fictício). Ele convidou meus irmaos e eu. Só os amigos mesmo. Como nao foi convidada, Clara ficou irritadíssima e começou a dar piti. Fez biquinhos, ficou emburradinha por 1 semana e meia. Eu, como trouxa que estava ficando, sempre perguntava a Clara qual motivo de estar assim. Ela sempre negava e eu vivia pedindo desculpas pelo ocorrido, pois foi meu amigo quem convidou. Ela, no ataque, afirmava que tinha ingresso da formatura para vender e com isso ela afirmava que eu nao quis a presença dela na festa. Pedi desculpas novamente e ela relevou. Nota-se que esse fato ela sempre jogou na minha cara até o fim do namoro. E eu, mantive minha palavra e nunca joguei na cara dela a traição ocorrida.

Os meses foram se passando e eu, cada vez mais gostando da priminha. Todo mês escrevia cartinhas de amor para ela. Assim como a Clara escrevia para mim. Datas especiais entao, nem se fala. No dia 10 de Fevereiro de 2008, fizemos 1 ano de namoro (3 anos já contando tudo). Quis fazer uma mega surpresa para ela. Comprei uma caixa imensa. Escrevi umas 15 cartinhas de amor e coloquei dentro. Várias fotos minha dela tambem. Além de chocolates e tudo mais. Fomos jantar fora e a entreguei. Ela tambem me entregou um rpesente com umas 3 cartas.

Detalhe: nessa epoca e até hoje nao tenho carro. Esse restaurante que fomos é perto da casa dela. A mesma mora perto da minha. Estávamos muito apaixonados. Nesse meio tempo, ela conheceu algumas meninas que seriam um dos motivos da ruína do meu namoro. Uma delas, Taís (nome fictício), foi ex do meu irmao gemeo e uma VADIA nata. Traiu todos os namorados, inclusive meu irmao. Acho que ela tem o gene da putaria e vadiagem. Taís e Clara ficaram bastante amigas na faculdade. A Clara cursava direito, assim como eu. Pegávamos algumas matérias juntos. Não gostava das amizades dela, mas relevava. Assim como ela nao curtia algumas minhas. 

Sempre fui um cara tranquilo, orgulhoso, racional e quase nada ciumento. A Clara, ao contrário, emotiva, ciumenta demais e vivia chorando quando ocorresse um fato que nao precisava de choradeira alguma. Ficava emburrada quando eu ia ao barzinho com amigos. Eu, mamao que era, nao me manifestava de nada. Com isso, parei de sair com os amigos a barzinhos. Ou seja, vivi somente por ela e a família dela. Meus amigos foram se afastando cada vez mais. Ela, ao contrário, chamav as amiguinhas na casa dela, festinha na casa e tudo mais. Fui me tornando um capacho de força maior e nem percebia isso.

Em Agosto de 2008, foi o show dos Scorpions aqui em Goiania. Comprei ingresso com irmao mais velho. Até paguei para Clara um feminino. Sou apaixonado por essa banda. Nessa época, era estudante e sem trabalho. Nem estágio eu fazia. Tinha na poupança um dinheiro (mais ou menos uns 5mil reais que minha avó sempre colocava desde que nasci). Usava esse dinheiro enquanto nao trabalhava. A Clara, tambem nao trbaalhava, mas os pais sempre tiveram dinheiro. Classe média alta. Ela ganhava mesada dos pais. Voltando ao show...

No dia do show, eu estava muito animado. Contudo, no meio do show, nao sei o que ocorreu. A Clara se encrencou com uma mulher lá. Ela disse que essa mulher estava me encarando. apartei a briga e paguei um sapo a Clara. Com isso, ela ficou toda emburradinha no resto do show. Não quis falar comigo, fechava a cara e eu, imbecil que era, sempre tentando tirar algo da boca dela. No final, como sempre, eu pedia desculpas pelo ocorrido e tudo voltava a normalidade. Mal sabia que isso só demonstrava sua imposição sobre mim ao longo do namoro.

Nessa época, só saíamos de casalzinho. Meu irmao gemeo já estava namorando sua futura noiva. Detalhe: depois que meu irmao tomou 2 chifres de 2 namoradas, mudou radicalmente seu tratamento com mulheres: tornou-se desapegado, grosso e bruto. A Clara achava um absurdo tudo isso e eu tambem (facepalm). Mal sabia que meu namoro era uma merda e do meu irmao estava bem controlado.

Bom...meses foram se passando e as mesmices: nos víamos na faculdade, todo domingo iria a casa dela. Cartinhas de amor todo mes, etc, etc... Transávamos loucamente nas escadas do prédio, escritório da casa dela. Isso tudo às escondidas. O pai dela nunca deixou que eu ficasse sozinho com ela na casa. Ao longo desses anos, só fiquei sozinho uma vez com ela. Viajar com ela sozinho, esquece. Meu ex sogro sempre proibia. Nunca cheguei a viajar sozinho com a Clara. No final de 2008, eu, Clara, irmao gemeo dela e pais dela fomos viajar para Caiobá (interior do Paraná). Ficamos lá por 1 semana, contudo nao rolou nada. O ex sogro ficava em cima e, portanto, sem sexo. 

No ano de 2009, quase nao houve briguinhas. Eu com 22 anos e ela com 20 já. Vivia dizendo que queria casar. Eu sabia que casamento nessa idade era latada. Sempre dizia que se ela quisesse casar, arranjasse outro. Ela vivia no CONTO DA CINDERELA. Encontrar o príncipe, casar, viver de amor e ser feliz para sempre. 

Na metade de 2009, os infernos eram constantes: ciumes excessivos sem qualquer fundamento por parte dela, cobranças, cobranças e mais cobranças. Nunca fui um cara muito ciumento. Acredito que se a mulher for trair, vai trair de alguma forma. O mesmo com o homem. Mantive meu taco firme e nunca trai. Sempre cumpri meu compromisso de fidelidade. Nessa época, ela sempre quis ir comigo nesses showzinhos de axé. Chiclete, Claudinha Leite...etc. Só pegação, putaria. Sempre neguei. Porra!! LEvar comida para a festa? Além disso, ver as gostosas rebolando e eu nao fazer nada? Estou fora!! E com isso ela ficava emburradinha, chorava, esperneava. E eu, no final pedia desculpas sempre!

Em Agosto de 2009, ela resolveu comemorar o aniversario em uma boate. Sabia que nao iria prestar. Amigas safadas dela e ela lá dançando até o chao. Eu, parecia um CAO de guarda. Sempre olhando se nao tinha machos à espreita querendo atacar. Ela convidou vários amigos e amigas. Detemrinada hora, um rapaz ficou de conversa com ela. Pensei que era um amigo, mas depois de 10 minutos que ele tinha se afastado, ela teria me dito que era um qualquer dando de cima dela e que eu estava sendo frouxo e lerdo em nao reparar. Fiquei puto da vida com isso! Vi que meu poder de domínio sobre ela estava indo pro pau. Nao entendia...fazia tudo por ela e agora começou a firmar mais os joguinhos e testes em cima de mim.

OBS: Para o pessoal que namora aqui no fórum, digo o seguinte:: mulher muito baladeira nao compensa namorar. É só dor de cabeça!! Meu pai sempre me dizia que nao entendia o porquê de eu ir com a Clara para boate sendo que havia restaurantes, bares para irmos.

Em Setembro de 2009, tive a primeira oportunidade de conseguir um estágio: 15 candidatos para 3 vagas no Procon daqui. Após 1 semana de testes, saiu o resultado: fiquei em 1° lugar!! Putzz!! Primeiro emprego!! Estava feliz demais. Ganharia R$ 396 reais. Meus 5mil reais que eu tinha na poupança já tinha acabado com saídas, mimos pela Clara e livros da facu. Ela ficou muito feliz com isso, mas nessa época o meu namoro já estava bastante desgastado. Ela reclamava da rotina (toda mulher reclama). Eu, sem carro, estagiário, sempre controlava meus gastos.

O início do fim: a partir daqui, meu namoro foi desandando. A Clara passou na prova do DETRAN e o meu ex sogro comprou um carro à vista para ela e o irmao gemeo dela. Fiquei desesperado, pois vi que perdi o domínio totalmente da situação. Com isso, a Clara passou a sair com as amigas, ela que me dava carona para a faculdade. Somente nos móteis é que eu pegava o carro dela. Eu me senti um lixo. Para mim, nao ter carro é uma humilhação sem tamanho. Não falo somente d emulher, mas de sair, ter conforto, viajar, ou seja, nao pegar transporte publico lixento que temos nesse país de 3º mundo. E foi por causa disso que a merda estava plantada: saía para festinhas de amigas, casa de amigas. Ela se sentiu livre, liberta e tudo e queria viver tudo isso intensamente.

Em Novembro de 2009, sexo tornou-se raridade. Quando íamos ao motel, eu gastava parte dos meus 396 reais nessa palhaçada. Ela passou a dizer que sentia muita dor e entao ficávamos somente nos abraçando. Antes fazíamos sexo 2 x por semana ou 3. Agora diminuiu para 1x ou 2 a cada 1, 2 meses. Com minha moral baixa, ela dizia que o problema era meu. As dores que ela sentia era por minha culpa de nao fazer ela fica avontade. Porra!!! Eu nao tenho um penis de 35 cm!! A Clara jogava na minha cara que nao era com ela isso. Eu me senti um merdinha. Após uns 2 anos, ter comido mais de 30 mulheres, vi que o problema era com ela mesmo.

Nessa éoca, ela conheceu o espiritismo. Sou espírita, contudo ela se tornou fanática. Dziia escutar vozes, chorava e chorava. Ficou amiga de uma cigana (a Taís que apresentou para a Clara) aí se nao me engano. Quando ela foi na cigana, a mesma teria dito que eu nao era o homem certo para ela. Ela colocou isso na cabeça e seguia todos os passos dessa merda toda. Ela começou a desabafar para essa cigana. Dizia que nao gostava mais de transar comigo, que sentia dor, que estava na rotina...ahhh um monte de merda!! E isso ela falava para mim e eu nao acreditava no que escutava. Além disso, nessa época, ela estvaa perto de formar e queria largar o curso de direito. Issso mesmo!! Foi na onda de uma amiguinha dela da facu e queria ser atriz da globo. Sonhava em fazer teatro no Rio de Janeiro e tentar entrar na Malhação. Achei um absurdo. Para evitar brigas, falei para ela terminar a facu e depois fazer o curso de teatro.

Em Novembro de 2009, com 2 meses de atraso do dindin do estágio, fiquei desmotivado e nesse período saiu o edital para estagiario da Justiça Federal. Trabalhar 4h e ganhar R$ 710,00 reais. Fiquei doidinho e estudei feito um maluco. Eram 23 vagas iniciais. Um dia antes da prova, a Clara fez uma festinha na casa dela, chamou amigos e amigas e me chamou. Eu disse que nao iria, pois no outro dia era minha prova. Ela se emburrou, falou um monte de merda no tel: "body..vc pensa demais só em vc.. e a nós...? vc tem q pensar no presente e nao no futuro. Viva o dia de agora e esqueça o amnha". Eu aleguei que os estudos eram para o nosso futuro, mas ela nao aceita. Claro, de familia rica, com dindin, ela nao se preocupava com o futuro como eu sempre me preocupei. 

Fiz a prova no outro dia e, após 15 dias, saiu o resultado: fiquei em 19°. Estava muito feliz!! Em Dezembro, saí do Procon e fui trabalhar na Justiça Federal. Aqui o meu namoro já estava uma porcaria. Sexo ela sempre sentia dor, cigana dizendo que eu nao era o homem certo para ela, alem das amiguinhas e o carro que ganhou do papai.

No dia 10 de Fevereiro de 2010, fizemos 5 anos que estávamos juntos. Não lembro qual foi o motivo, mas eu estava gastando muito com livros, inscricoes de concursos. Saíamos menos. Era cinema, restaurante, filme em casa e só. Não havia mais respeito. Quando ia na casa dela nos domingos, quando via um homem sarado na TV, dizia na frente minha e dos pais dela: "Nossa esse homem é lindo viu! Que gato!!.. Eu ficava puto e vi que esse namoro já estava na merda. Ela começou a perder a paciencia e sempre ficava emburrada. Eu, como bom moço queria saber o motivo e ela alegando que eu estava perdendo ela, pois nao era o mesmo no inicio do namoro, nao escrevia mais cartinhas a ela como antigamente e eu, sempre colocando isso como culpa minha mesmo. Eu pensei que tinha relaxado mesmo no namoro e só estava pensando em mim e nos estudos. Aém disso, dizia que eu estava bastante frio e que ela queria atenção, carinho e blabla. 

Os dias foram se passando e no meu aniversario, ela dizia para minha cunhada (namorada irmao gemeo), que nao gostava mais de mim e que queria aproveitar a vida. Um belo dia na faculdade, eu estava assistindo aula e ela apareceu na porta me chamando. Pedi para esperar. Daí do nada ela entra na sala e grita: Body!! Vamos logo se nao vc vai perder sua carona comigo. Foi muita humilhação aquilo! Saí de lá para dizer a ela a falta de educação que ela fez eu passar. Do nada, ela me dá um tapa na cara.. Meus olhos ferveram e eu segurei. Ela começou a rir e disse que era mais uma bricnadeirinha.

No final de Fevereiro de 2010, ela veio aqui em casa para falar comigo. Disse que nao dava mais. Veio chorando e falou que como éramos primos, mantivéssemos a amizade. Queria realmente terminar. Eu, como um paspalho em cheio, chorei e chorei dizendo para tentarmos novamente. Como a Clara estava no topo da relação (ela que controlava já, eu pedi totalmente as rédeas desse relacionamento), ela pediu um tempo para esfriarmos a cabeça e tudo mais. Aceitei esse tempo e fomos indo. Nos víamos na faculdade e somente isso. Os dias foram se passando e pensei que estávamos ficando mais juntos e que esse tempo seria o retorno definitivo da nossa relação. Ledo engano. As amiguinhas dela foram ficando mais próximo dela e eu nem saía mais. Perdi praticamente todos meus amigos.

Em Março de 2010, ela passou lá em casa e fomos a faculdade. Ao tentar beijá-la, Clara desvirou o rosto no meio do caminho, ela teria dito: 
"Body, precisamos conversar seriamente..

Chegando no estacionamento da faculdade, ela me fala: 

"Não rola de ficarmos mais juntos. Para mim acabou esse namoro. A rotina matou tudo isso Body. Além disso, tenho que dizer algo a voce: nesses anos de namoro nunca senti prazer por voce. Sentia somente dor! Inclusive falei para minha mae que pensava em contratar uma prostituta para satisfazer a voce. Eu odiava e chorava todas as vezes que fazia contigo." Aquilo foi uma facada no meu peito. Como pode uma mulher me enganar por tanto tempo assim? Eu via sim que ela tinha prazer, ela tinha orgasmos mas acredito que as emoções acabaram e ela passou a sentir dor, faltar emoção, enfim. Após isso retruquei na maior calma: 

"Clara..vc tem certeza disso? Se terminar nao haverá mais volta. Vai acabar tudo que construímos ao longo desses 5 anos. Amor de primo é para sempre." 

Ela: Sim...estou com toda certeza posssível! Acabou! Não sinto mais nada por voce. Somente o vejo como um amigo ou irmao. Não dá mais. Cada um seguindo sua vida."

Nesse momento, saí do caso e me despedi dela. Foi horrível! Eu ainda pegava 2 aulas com ela e era dificil olhar na cara dela. Ela vivia rindo com as amiguinhas na sala e eu no meu canto sozinho. Sofri por 1 a 2 meses mais ou menos. Refleti demais após esse namoro. Achei que toda a culpa foi minha no fim. Comecei a entrar nas comunidades do orkut: uma delas que entrei se chamava: "fim de namoro, dicas". Via os depoimentos e a história dos outros sofredores batia muito com a minha. Nessa hora, meu amigo Artemis me chamou para sair, esfriar a cabeça. Tive tambem apoio do meu pai. Ele me dizia para seguir meus estudos e esquecer mulher. Minha mae sempre quis que eu e a Clara voltássemos.

Em Abril de 2010, conheci a comunidade do Nessahan Alita. Passei a ler os tópicos e as comunidades. Tudo começou a clarear minha mente! Vi que nao era somente eu que estava atolado nessa merda toda. Após isso, conheci a OLODM. Essa comunidade revolucionou tudo que vivi. Admirava muito o Ice com seus comentários sólidos, racionais e moderados. Além dele, simpatizei com algumas obras do Silvio, Doutrinador e escritos do Cobra. Passei a moer os textos e obras "Nessalânicas". Comecei a ficar liberto. Passei a ver a vida de outra forma. e no fim conheci o mundo realista. Tornei-me mais frio e racional. Meus estudos tornaram-se prioridades.

Saiu um concurso aqui no meu Estado. Para o meu cargo, fiquei em 1º lugar. Passei a ganhar R$ 1700,00. Fuie studando mais e mais. Outro concurso: Procon em brasilia. Foram 72mil inscritos para 50 vagas imediatas. Salário de quase R$ 5mil reais. Fiquei em 167º e acredito que possam me chamar. Continuo firme nos estudos sempre.

Em relação a sexo, eu estava a alguns meses sem. Conheci o site badoo. Revolucionou minha vida sexual. Passei a comer diversas marmitas sem gastar muito. Sem nenhum sentimento. Minha ex veio atrás de mim. Passei a ficar com ela tambem. Transamos uma vez. Mas nessa época eu nao sentia aquela coisa por ela. Era só dar uns pega e tchau. Com o tempo ela quis retornar o namoro. como minha vida estava melhorando, nao quis e ela grilou. Eu estava cagando e andando pelo o que ela pensava. Não perderia minhas marmitas, minha liberdade para retornar com a ex e viver os mesmos inferninhos.

Em Novembro de 2010, ela me procurou novamente e disse: Body, se voce nao voltar comigo, vou namorar outro rapaz. Estamos ficando e ele ja me pediu em namoro. Retruquei dizendo que ela poderia namorar esse rapaz sem problema. Foi o que fez. Na virada do ano, ela comecou a namorar. Fui passar a virada no CEL da OAB com amigos, irmaos. Eram 250 mesas. Sentei na 234. Quem sentou na mesa 235? Minha ex, o novo namoradinho dela e amigos dele. 

Ela estava aos amassos com ele, quando, de repente, ela vira e me vê. ficou toda sem graça. Inclusive pediu para o novo namorado que saíssem dali. Eu fiquei 10% sentido, mas vi que era bobeira tudo isso. Nesse dia, garrei umas 3 mulheres na festa. Estava liberto!! Ahhhh a liberdade. Sem dar satisfações para ninguem, tirando meus pais. No meio de 2011, o irmao dela me viu garrando uma das minhas peguetes no shop. Contou para a Clara e ela ligou chorando aos prantos: 

"Body, por que voce fez isso comigo? Retruquei dizendo: Não fiz nada contigo, estou solteiro e faço o que quiser. Ela, com muita raivinha desligou o cel.

Em 2011, com algumas marmitas na agenda, nao sentia mais nada pela minha ex. Quando eu ia nas festas de parentes, ela estava lá com o namorado novo. Minha ex sogra nao aceitava o rapaz, pois era pai solteiro. minha mae, por outro lado, incentivando eu a voltar com a Clara. Nem quis retornar. No máximo seria marmitinha.

Contudo, no início de 2012, ela estava já solteira e veio atrás de mim, eis que o Artemis fala para mim: Body..cheguei a conversar com sua ex no facebook. Queria saber o motivo do fim do namoro. Eis o que ela teria dito a mim:

Artemis: Assim é complicado de falar sabe mas queria muito entender da tua parte porque terminaram.
Artemis: porque só tenho a versão dele sabe. Uma coisa que tenho certeza é que o Body jamais fará as coisas que fez por ti e contigopra mulher alguma tenho certeza absoluta.

Clara: pq nao estava dando certo..estava infeliz! soh isso.o namoro caiu na rotina de uma maneira que nao suportei. ele era muito acomodado. Pra ele nao importava mta coisa...ele nao tava nem ai pra nada. nao fazia mais questao de nada..a nao ser qdo eu chorava e implorava ai ele reagia..mas dpois caia na rotina de novo.. ai percebi que ele era assim e que nunca iria mudar entao terminei. eu gosto de AVENTURA Artemis..eu gosto de PERIGO..eu gosto de sentir FOGO mesmo.. EMOÇÃO!!..o Body nao fazia isso comigo!

Artemis: Viajar?Conhecer o mundo.. fazer coisas novas?

Clara: nao...nao quero explicar isso nao..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk a gente nao tinha quimica.. eu nao sentia vontade de fazer as coisas com ele...nem nada..muito pelo contrario. eu tive um namorado depois dele..fiquei com o X muito tempo..namoramos 1 ano e meio. e demorei muito pra ficar com ele exatamente pq morria de medo de estragar tudo, mas um dia ele nao aguentou e fficamos..e foi maravilhoso... foi perfeito! com isso eu percebi que eu e o Body nao temos nada de quimica (UMA SEMANA ANTES DESSA MENSAGEM, ELA VEIO ATRÁS DE MIM, QUERIA FICA COMIGO E TERIA DITO QUE ODIAVA FAZER SEXO COM O ULTIMO E QUE NAO GOSTAVA DE TRANSAR).

Clara: ja que eu to falando mesmo .. vou deixar as coisas claras..nao eh que nao era bom...Era pessimo! eu sofria! eu chorava! eu comecei a ter nojo dele! eu nao queria que ele me tocasse..chegou a um nivel terrivel! eu falava pra minha mae que eu ia pagar uma prostituta pra ele..pq nao tinha logica ser como era! qdo eu percebia que as coisas ia aconteer eu queria morrer! Sentia dor e chorava, chorava. eu cheguei a ir em uma psicologa..ela achava que o problema era realmente psicologico...ate eu conher o meu ex...que me fez perceber que o problema nao tinha nada de psicologico.

Clara: mas ele nao atingiu a consciencia que eu atingi. soh por isso cortei. ele eh meu amigo..AMIGO]! e soh! e ja falei pra ele que se ele nao quiser minha amizade nao tem problema..soh vou lamentar..paciencia! pq a vida continua..felizmente ou infelizmente
Clara: amar alguem como eu amei ele..eu nao amo mais ninguem! fato!

Após isso e anteriormente, vi que o problema era mais dela do que meu. O meu por que fui deixando ela "montar" em cima de mim na relação. A partir do momento que ela me traiu e eu perdoei só para tirar a virgindade dela, demonstrei fraqueza. Foi desandando, desandando.... Fiz tudo que tive que fazer ao meu alcance e nada estava bom. Sempre queria mais e mais. Mais cartas de amor, mais ligações, enfim..mais bobagens.

Após 3 anos do término, considero-me outro homem. Já comi diversas mulheres. Já tive a chance de namorar umas 5, mas nao tive vontade. Sabia dos inferninhos e vi que nao queria isso para mim. Estou 3 anos solteiro e nao sinto falta de namorar. Tenho minhas marmitas. Claro, já perdi algumas, pois essas queriam namorar e nao consegui mais enrolá-las. Agora foco nos estudos, academia retornarei. Sexo só quando quero. Se pintar uma mais decente, quem sabe eu namoro, mas por enquanto só estou na famosa "marmitex".Tenho algumas marmitas para isso. Inclusive fiz um relato do badoo pro pessoal. Vale a pena ler depois aqui: viewtopic.php?f=14&t=10692

Fecho aqui dizendo que só amo mesmo meus pais e irmaos. Tudo nessa vida é passageiro. Relacionamentos entao, nem preciso dizer. aproveitem a fase boa d eum namoro, ficada, etc. Ficou ruim? Saia fora e pronto.. nada de chorar, brigar pela amada, fazer bobagens. Se acabou, acabou!! Ponto FINAL!!

Posso até um dia casar, mas no máximo gostar da pessoa e da companhia.. Farei tudo que for preciso para ajudá-los(pais). Não sei como seria minha vida perdendo meu pai ou mãe. Devo toda minha formação a eles. O velho tem me ensinado muitas dicas sábias. Se seu pai for um homem honrado e de família, aprenda com ele. Escute suas dicas. Sempre bom aprender com os mais velhos e sábios. Eu sempre dizia para a minha ex quando ela reclamava dos meus estudos: se terminar esse namoro, vc vai e meu futuro fica. Eh a mais pura verdade! Hoje, tenho meu emprego e ela até hoje chora e está atrás de emprego, mesmo tendo todo conforto do mundo. Foque somente em vc e nos pais. Dê a eles uma velhice decente, assim como eles lhe deram uma juventude confortável. Jamais se acomode!! 

Outra coisa: se for para namorar, namore uma menina no max na mesma condição social da sua. Se a mulher tiver problemas psicológicos, vaza fora imediatamente!! Como sempre meu pai diz: mulher gosta de conforto!! Se ela ganhar mais que voce, vai fracassar esse namorico. No início até que nao, mas depois cai na rotina, voce nao acompanha ela nas coisas e desanda. E por fim, agradeço a alguns membros que sempre tem dado dicas a todos: Barão, John, Lobo, Vin Disel, Sr. X, Cobra, Tony Stark, Doutrinador, Conde, Ice (admiro esse cara, pena que ele nao se mistura) e outros.

E fecho colocando essa frase que inclusive tenho na minha assinatura daqui: "Por maior que seja a tarefa, o que a desempenha deve mostrar uma grandeza ainda maior." 
Baltasar Gracian

Abraço a todos!
"Por maior que seja a tarefa, o que a desempenha deve mostrar uma grandeza ainda maior." 
Baltasar Gracian

2 comentários:

  1. Texto incrível. Fiquei bastante envolvido com sua história, pois ate na sua fase mangina voce conseguia manter sua calma e não vacilava tanto assim. Boa sorte com esse novo rumo na sua vida e muito sucesso!

    ResponderExcluir
  2. ótima experiência cara, seu relato me fez acordar, a parte de valor aos pais isso sim é honra, pois mulher é apenas consequência e não prioridade, vlw!

    ResponderExcluir