O Melhor jogo da História

Por C.O.B.R.A.


Peguei o Blue Ray em particular, já tinha visto esse filme umas 2 ou 3 vezes antes, mas fui conferir mais uma vez em imagens fantásticas a 1080p.


Imagem

Muitos aqui já devem ter visto esse filme e mais de uma vez, se trata de um filme (produzido pela Disney) que conta a história de Francis Ouimet.

Imagem

Um garoto pobre, que mal tinha o que comer direito, era apaixonado por Golfe e treinava desde pequeno no chão frio de casa, porquê naquela época só pessoas da alta classe podiam frequentar os clubes.

O próprio pai (rígido - compreensivel devido a época) o desencorajava de todas as formas, os outros o humilhavam e o que ele fez?

Venceu o 2º maior torneio do mundo: o US Open!

Sendo apenas um Caddie (garoto que carregava os tacos dos jogadores por alguns trocados), não tendo condição nem pra treinar pois não tinha como frequentar o clube pois era um esporte apenas de "cavalheiros" da alta classe social.

Imagem

O filme passa lições de honra, humildade, perseverança naquilo que deseja e principalmente, não desistir dos próprios sonhos e nem ir na onda dos outros.

Uma coisa que faz o filme ser especial é que não é o velho clichê mocinho x vilão, mas: mocinho x mocinho.

Pois o rival no filme era um lascado tal feito ele (aliás pior) que conseguiu sair do nada (nem casa tinha pois foi destruída para construção de um campo de Golfe) vencer na vida, e ser o maior golfista da história da Inglaterra.

Imagem

O mais foda é que o filme é uma história Real!

Faz refletir e ter uma idéia do que os homens naquela época faziam o impossível sem apelar para o velho vitimismo coisa que se encaixa na atual conjuntura (vitimista) do governo, das pessoas, e do país altualmente.

Enfim, para alguns apenas um filme legal estilo "Sessão da Tarde" para muitos e para mim, uma lição de vida e um tapa na cara dos vitimistas que só sabem ficar de mimimi porquê não conseguem nada ou choram por qualquer vadia.

Recomendo!

http://pt.wikipedia.org/wiki/Francis_Ouimet
"Chegar lá com algum esforço até chega. O difícil é se manter".

0 comentários:

Postar um comentário