O lado mais bizarro das mulheres

Por Trooper

Decidi abrir este tópico após uma conversa com um colega de trabalho. Ele também é profissional de saúde. O assunto é um tanto delicado e, portanto, a moderação fique a vontade para excluí-lo, se assim o desejar.

Este médico falou que em cerca de 10% dos recém-nascidos o tipo sanguíneo da criança não corresponde ao do pai que acompanha a mãe - isso sem nem pensar nos que o tipo sanguíneo bate, mas o DNA não... E ele disse que os médicos não falam nada para os pais, por motivos éticos.

Pesquisas feitas na Inglaterra usando testes de DNA mostram que o número de filhos "bastardos" sem conhecimento do pai varia geralmente entre 15 e 30% - praticamente 1 em cada 3 crianças - dependendo da localidade. Referencias podem ser achadas usando o google:

http://books.google.com.br/books?id=3s_ ... 25&f=false

Basicamente, as fêmeas procuram um macho que lhes proporcione segurança, status e proteção aos filhos; Porém, na hora da procriação, é muito comum na época que as mulheres ficam férteis, procurarem outros machos, que lhes sejam mais atraentes, e terem relações com um ou mais além do seu parceiro... Basicamente o processo natural de competição espermática faz com que os espermas mais robustos consigam a fertilização do óvulo. E nem sempre esse será do seu parceiro. Esse comportamento ocorre quase que inconscientemente, ou seja, a mulher fica mais "flertante" e receptiva a influência de outros machos.

Os testes de DNA é que começaram a trazer a tona essa realidade que era ignorada - talvez propositalmente. Obviamente, agora, com a tecnologia, fica mais complicado manter esse tipo de comportamento... Mas aparentemente é extremamente comum na história. Começem a prestar atenção que vocês irão perceber que está cheio de filhos por ai que não tem nada a ver com os pais. 

Portanto essa idéia de que mulher só trai por causa de insatisfação no casamento ou por romance é um mito que esta sendo rapidamente desbancado... Mulher (generalizando) quer se reproduzir com quem ela acha atraente, e de preferência, com vários. Um enorme instinto evolutivo, meramente "carnal".

Notem que não estou entrando em questões de caráter ou moral, apenas instinto animal. 

Abraços.

Trooper

0 comentários:

Postar um comentário