Escola de Formação para Vadias

Por Praetorian


Fala confrades!

Não é novidade pra ninguém que o mercado editorial voltado ao público feminino é composto em quase sua totalidade de lixo feminista. Esse mercado comporta publicações que são destinadas a todas as fases da mulher: da infância, passando pela adolescência até chegar na fase adulta, onde as publicações praticamente se multiplicam à décima potência.

Apesar da cartilha feminista ser bem conhecida nos conteúdos dessas publicações, disfarçada de "dicas", "pesquisas", "relacionamentos" entre outros tópicos com matérias aberrantes que incentivam a decadência da mulher sob todos os aspectos, a gente nunca pára de se surpreender com o que vê. Trago a vocês uma típica e corriqueira matéria, recém publicada no site da revista ****, intitulada:

"UM SÓ NÃO BASTA"

Imagem


Andrezza Duarte e Natália Chagas
Conteúdo ****

Às vezes é difícil se sentir completas com um cara só. Por que não se dividir entre 3, 5... 20?

Homens e drinques têm muito em comum: por mais que sejam deliciosos, basta exagerar um pouco na dose para ter a maior dor de cabeça. O segredo, então, é saber qual provar em cada situação. Você não vai mais procurar pelo melhor da sua vida - vai esperar por ele enquanto se diverte com os outros.

A verdade é que ficamos tão cansadas de buscar o homem perfeito que resolvemos sair com vários ao mesmo tempo - e aproveitar o melhor de cada um (assim, teríamos o pacote todo). Então ter várias frações em vez de um cara completo virou tendência.

No livro The Gaggle (inédito no Brasil), a autora Jessica Massa lista os homens que as mulheres devem cultivar simultaneamente. Pense nisso como uma happy hour: tem os drinques mais alcoólicos, os mais leves, os que combinam com uma tarde quente ou uma noite de sábado... Até encontrar seu preferido, é preciso experimentar - o que não quer dizer que você deva se apaixonar por todos. Por isso, **** montou um cardápio delicioso para você se divertir até achar o melhor.

Para fazer sexo gostoso

Quando pedir - Em ocasiões especiais - como aquele champanhe que você estoura para comemorar a promoção.
Descrição - É daqueles que você chama quando precisa turbinar a autoestima e quer se lembrar de como é bom ser desejada - e, sim, se sentir a mulher mais sensacional do mundo. Conhece detalhes do corpo feminino - e faz aqueeele sexo oral. Com esse homem, você terá uma noite incrível. Mas, como um bom destilado, não vai sobrar para o dia seguinte - e você terá que esperar outro motivo especial para procurá-lo na sua lista de contatos.
Dose - Esse cara deve ser mantido na sua vida para sempre - mas tirado da geladeira só às vezes para não perder a graça.
Teor alcoólico - Alto. Uma noite com ele é tão poderosa que deixa você fora de si - e, como uma vodca de qualidade, não dá dor de cabeça depois.

Para ampliar seu network

Quando pedir - Na noite de domingo, quando pensamentos como "Será que ainda dá tempo de ficar doente?" invadem sua mente - ele vai atualizar seu LinkedIn!
Descrição - Quase um workaholic, dá as caras poucas vezes ao mês - então, não precisa se preocupar em dar um perdido. Mais amargo, não vai enchê-la de elogios, mas sabe incentivá-la na medida certa. Como umchope bem geladinho, deixa você à vontade e provoca discussões interessantes na mesa de algum barzinho cool da cidade - sem hora para acabar!
Dose - Sempre vai ter um cantinho especial dentro do armário para ele. É muito mais um amigo com conselhos do que um amigo com benefícios - e isso sempre cai bem, não é?
Teor alcoólico - Baixo. Ele é uma boa companhia - e você nem precisa maneirar na dose!

Para entrar vip nas baladas

Quando pedir - Sabe aquele sábado à noite em que nenhuma amiga está a fim de sair e a última coisa que você quer é ficar em casa fuçando o Facebook do ex? Pode ligar para ele! Esse cara garante momentos de diversão e glamour - na balada, não na cama.
Descrição - É engraçado e está sempre rodeado de amigos. Provavelmente, você não quer nada sério com ele. Mas vocês têm o mesmo gosto musical e dão risada juntos - tudo isso sem pegar fila na balada! Ele dá bons conselhos e levanta seu astral - o gato vai, inclusive, apresentar você aos amigos mais gente boa que ele tem.
Dose - Pode estar em sua vida sempre, mas não todo fim de semana - principalmente depois de arranjar um namorado (é o tipo que desperta muito ciúme nos homens).
Teor alcoólico - Leve. Ele faz você se sentir bem melhor - ex, quem?

Para fazer programas cult

Quando pedir - Sempre que estiver a fim de assistir a um filme francês, passar o dia numa galeria de arte ou quando a insônia bater e precisar de companhia para trocar SMS de 30 mil caracteres sobre assuntos densos.
Descrição - Ele a desafia intelectualmente e faz você questionar suas decisões. Indica bons livros e as bandas mais descoladas do momento - e faz de você a mulher mais atualizada da turma. Mais: é a prova de que ainda existem homens fofos. É como uma caipirinha: às vezes é preciso uma bebida mais docinha para quebrar o amargor das outras (só cuidado paranão enjoar, ok?).
Dose - Deve fazer parte da sua happy hour forever - desde que nãomonopolize seu cardápio.
Teor alcoólico - Moderado. Na manhã seguinte, você vai querer ler sua ***** na cama - e ele não irá embora.

Para viajar

Quando pedir - Nas férias, nos feriados e até nas escapadas durante a semana. Cuidado: vicia!
Descrição - Ele é tudo de bom: companheiro, divertido, zero frescura. Umfim de semana ao lado dele faz você se esquecer de todos os outros homens da sua lista (eis o perigo). Ele é como aquele vinho incrível que você provou numa cantina exótica da Itália - você não encontra quando volta para casa. Então, quando o fim de semana acaba, o romance acaba também. Afinal, fazer a história durar além do aeroporto é arriscado - elenão quer se comprometer.
Dose - Mantenha-o em sua vida enquanto estiver solteira - ou até sentir que está viciada nele. Neste caso, chame a BFF na próxima viagem.
Teor alcoólico - De tão leve, você exagera sem sentir o efeito. Resultado: fotos lindas no Facebook - e muita dor de cabeça.

Para ter uma DR

Quando pedir - Naqueles dias em que você está cansada da vida de solteira e precisa de uma aventura dramática para valorizar sua liberdade.
Descrição - Não importa o programa. Com ele, você sempre sabe como a noite vai acabar: numa DR chata. É o cara indefinido da sua vida: vocês nunca sabem para onde vai a relação, mas adoram conversar a respeito. Esse cara pode ser um ex-namorado, um ex-rolo ou um futuro rolo que logo vai virar ex pelo simples fato de pegar muito no seu pé.
Dose - Ter esse cara por perto é perigoso. Primeiro porque ele pode estar apaixonado e, quando você quiser descartá-lo, talvez não seja fácil. Segundo, porque um dos dois pode se magoar.
Teor alcoólico - É o mais forte de todos - e, como um uísque de péssima qualidade, toda vez você jura nunca mais bebê-lo novamente.


Eu pensei em grifar as partes mais absurdas, mas desisti, tamanho era o lixo.
Agora vejam os depoimentos da matéria:


Elas testaram e aprovaram!

Conheça as histórias de algumas de nossas leitoras que não se sentiam completas com um cara só e agora se dividem entre 3, 5... 20

"Tudo começou com um pé na bunda bem doloroso. Depois disso, prometi que nunca mais ficaria com um cara que me completasse mais ou menos. Então, em vez de colocar expectativa em cima de um só, dividi a responsabilidade e comecei a sair com vários! Consigo conciliar sem problemas e tem dado supercerto! Alguns sabem da `lista¿, outros não. E tudo bem, ué. Tô aproveitando o melhor de cada um até achar um mais completo - bom, se é que existe, né? O importante é que estou bem mais feliz." M.B, 28 anos, agente de turismo.

"Tenho alguns em stand-by: um é aquele cara leve, com quem posso bater papo e tomar umas caipirinhas no domingo à tarde (com ele, não transo). Também faço aula (e sexo) com um personal trainer - é ótimo para a minha autoestima! O terceiro só aparece às vezes para passar a noite. É meu preferido, mas não deixo entrar para a lista oficial porque posso me apaixonar - e ele mora em outra cidade."
G.A., 26 anos, gerente de produto

"Sou aeromoça, e namorar sério é bem complicado. Mas conheço muitos caras interessantes nas cidades por onde passo: só em Paris, saio com dois. Quando quero ir para a balada, ligo para um francês que conheci num café. O outro conheci no Louvre (ai, que chique!) e, com ele, o roteiro é sempre mais romântico. Sem contar com um dos pilotos da minha equipe, que, por viver a mesma rotina que eu, me entende mais do que qualquerum." H.R., 27 anos, aeromoça


Comentário de uma leitora:

Danielle - "Eu sou apaixonada por um rapaz que namoro há 2 anos. Ele prioriza seus objetivos profissionais, e está sempre ocupado com inúmeras tarefas a executar. Isso me entristece muito e vivi quase 1,5 anos à sua disposição. Por conta disso, Acabei me envolvendo com um colega de trabalho, que me trata como sua prioridade, que diz me amar, etc. Qdo eu resolvo ficar com ele, ele larga tudo e fica à minha disposição, a qualquer hora do dia/noite. Depois, conheci outro rapaz, que ama sair e topa ir para qualquer lugar comigo. Então, quando quero amor, procuro com meu namorado. Qdo quero me sentir como única prioridade, saio com o colega de trabalho e qdo quero me divertir, saio com o terceiro. Queria mesmo que todas as personalidades estivessem reunidas no primeiro, mas infelizmente, no momento, é dividido em três".

3 comentários:

  1. Tem muitas assim....homem que casa hoje em dia é um troxa carteira ambulante pagador de contas.

    ResponderExcluir
  2. Nossas sem noção o texto, são realmente putas disfarçadas! Casar e para otário master!

    ResponderExcluir