Betas tem a obrigação moral de serem egoístas


Um fato interessante que eu percebi, nesses quase dois anos de Real, é como cada pessoa enxerga a Real de uma forma diferente. Alguns enxergam a Real como uma verdade incontestável, quase profética; outros enxergam a Real como uma teoria válida, mas que precisa de alguns ajustes para se tornar perfeita; tem, ainda, os que desdenham da Real, dizendo que tudo o que dizemos não passa de puro lixo!


Cada um defende sua tese como verdade incontestável. Por causa dessas visões diferentes, a Real se fragmentou, dando origem a diversos grupos, ideologias, cada um defendendo sua visão e difamando outros grupos que adotaram visões diferentes. Creio que essas dissidências sejam insolúveis. Por isso, minha intenção não é incentivar uma suposta "unificação dos membros da Real". Podem ficar cada um no seu canto, defendendo o que quiser defender.

O que eu pretendo abordar é o porquê de haver essas diferenças, sob um ponto de vista prático. Não é só para matar curiosidade de novatos.

Para os mais antigos, o motivo de haver tantas dissidências é óbvio: um alfa, depois de ler a Real, irá relativizar o que está sendo dito; até porque, na realidade dele, as mulheres não se comportam da forma como falamos. Diferentemente, um beta irá ler, irá concordar com alguns pontos, discordar de outros, até porque cada mulher manifestou, com ele, o lado obscuro de um jeito diferente.

No caso dos ômegas (gordos, magros, feios, tímidos, nerds, baixos, carecas, deformados, arrombados), eles abraçarão a Real como verdade absoluta, porque é como a maioria esmagadora das mulheres age com eles!

Acredito que este primeiro ponto seja pacífico para a maioria. Se não for, fiquem à vontade para contestar nos comentários.

Supondo que o que foi dito seja real, entramos no segundo ponto: até que ponto um beta (ou um ômega) poderá reverter a sua imagem de homem inferior, e passar a imagem de um homem de sucesso?

Para alguns, o que o cara precisa fazer é "sair da zona de conforto" e tomar atitudes para melhorar sua imagem: musculação, aparência, trabalhar para juntar grana, exercitar sua timidez para perdê-la, fazer amigos, etc. Para outros, não tem jeito: uma vez beta, sempre beta. O negócio é reconhecer o seu fracasso, se trancar no quarto e xingar as mulheres na net dia e noite. Ainda tem aqueles que defendem que o beta deve aprender a ser cafa, fingindo uma imagem para conseguir sexo por uma noite. Por fim, tem os que defendem apenas sexo com prostitutas, para aliviar a tensão.

O que eu defendo, aqui no blog, é que os betas (e, principalmente, os ômegas) devem, antes de qualquer coisa, adotar uma visão EGOÍSTA da realidade. Não, não estou falando em foco em si, nem desenvolvimento pessoal, nem egocentrismo, nem amor próprio, nem qualquer outra palavrinha bonita que você queira inventar. Estou falando em se tornar EGOÍSTA! Todos precisam adotar essa visão. Mas betas devem, sim, ser mais egoístas que alfas! Ômegas devem ser mais egoístasque todo mundo!

O que você, leitor, precisa entender, é que a natureza não gosta do macho beta. Só recordando a aula de evolução das espécies: machos superiores conseguem carinho e sexo, para gerar descendentes fortes. Betas são condenados ao desprezo eterno e à extinção! O simples fato de você ser um beta ou ômega torna tudo mais difícil para você, de forma automática. Na real, as pessoas não gostam de você, só por que você é um beta!

Falar sobre esse assunto revolta muita gente. É um fato da vida, todos sabem. Só que não é justo. Porque, diabos, alguém deve ser desprezado só porque nasceu com tendência a engordar? Porque ser odiado pelo simples fato de ser feio? Ou de ser baixinho? Ou de ser careca? Ou de não ter nascido em família rica? E porque diabos um homem deve ser amado por todo mundo só porque nasceu com uma genética perfeita? Ou porque nasceu em família rica? Que diabos de mérito ele teve nisso?

A real é que a vida nunca foi e nunca será justa, meu amigo. Pessoas são amadas por fatos que elas não tiveram influência. Enquanto outras são desprezadas por fatos que não foram culpa dela! Pessoas nasceram sem condição alguma de se destacar, enquanto outras nasceram com tantas vantagens que beira à covardia. Essa história de que "a falta de um talento compensa o excesso em outros" é mentira.

Entenda essa real, e aceite-a! Ignore o fato de a vida ser injusta, conviva com isso! Te poupará muito tempo engolir essa real indigesta desde cedo!

Se você, homem, nasceu sem destaque, se prepare para fazer um esforço hercúleo para obter resultados menores. Não pense que, fazendo o mesmo que o alfa fez, você obterá resultados iguais, porque não irá obter! Se fizer um esforço brutalmente superior, no máximo, alcançará resultados semelhantes, razoavelmente próximos aos dos que ele alcançou fazendo menos esforço.

Por acaso, alguém, aqui, discorda que ectomorfos devem se esforçar mais que os outros para obter um corpo de qualidade inferior? Alguém discorda que gênios em qualquer coisa podem enriquecer mais rápido que homens burros como uma porta, fazendo esforços muito menores?

Alguém discorda que feios terão de fazer malabarismos (talvez até a nível cirúrgico) para conseguir um rosto de qualidade inferior ao de um homem que nasceu naturalmente bonito? Você pode usar o argumento relativista que você quiser: contra fatos, não há argumentos! Esses homens terão de se esforçar mais, terão de se contentar com resultados piores, e fim de papo!

Postos estes argumentos, eu digo e reafirmo que betas devem absorver mais a Real, e devem ser mais egoístas que os outros, já sabendo que alcançarão resultados inferiores.

Quando falo em egoísmo, falo por um motivo. Na verdade, um paradoxo, que todos já devem ter observado. Betas têm mais tendências ao altruísmo que os alfas. São eles os mais cooperativos, os mais gentis, os mais cavalheiros, os mais bondosos. Enquanto alfas são, apenas, ególatras insaciáveis!

Porque, diabos, betas são mais altruístas? Se a natureza os odeia; se eles estão na pior; se tudo que eles forem fazer, terão de se esforçar mais (e se contentar com menos); por que insistem em ser bondosos, gentis, prestativos, e dispostos a "lutar por um mundo melhor"? Acorda para vida, beta: o mundo quer mais que você fique aí, na merda, se destruindo. Por que lutar por esse mundo degenerado, se você pode lutar por si mesmo, e conseguir mais resultados a nível individual??? Faça a escolha certa, e faça rápido!

Por fim, um último argumento. Se sua situação está ruim, a tendência é que ela piore no futuro. Se, ao contrário, estiver boa, a tendência é melhorar mais à frente. É o que eu chamo de círculo vicioso. E, para se vencer um círculo vicioso em estágio avançado, não adianta fazer esforços capengas. Não adianta "imitar pessoas de sucesso", porque não funciona. O negócio é você arregaçar as mangas, prender a respiração, deixar de lado o fato de a vida não ser justa, e trabalhar para mudar essa situação! Claro, sem esquecer do fundamental: egoísmo sempre!

De qualquer forma, a boa notícia para betas e ômegas é que nem tudo está perdido. Sempre há uma luz no fim do túnel, desde que você aprenda a se tornar egoísta, passe a ignorar as injustiças da vida, foque no que é realmente importante (você mesmo) e faça um trabalho árduo. Se você não atingir o mesmo nível de um alfa,simplesmente ligue o foda-se e seja feliz.

Ignore relativistas que ficam dizendo que a Real é mentira, que é lixo puro, que não passamos de vitimistas, que somos perplexados, e outros argumentos imbecis que já estamos cansados de ouvir. Ignore os palhaços que são incapazes de compreender a situação de um beta. E ignore as modernetes, que acham que nossas vidas são fáceis como as delas.

Agora, se você, que está lendo, é um relativista, ou modernete, então vá tomar no cu!
A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda.

3 comentários:

  1. Texto auto explicativo e provocante! Realmente, um homem que visa á si mesmo, e entende os jogos e a pressão social que existe, tem a obrigação não apenas moral, mas existencial de se tornar um homem mais egoista e mandar um foda-se á todos. É notório como homens, apenas mostrando um quadro do cotidiano, solicitos e prestativos são sempre pisados dentro de uma empresa, ao passo que aquele mais resistente, que foca apenas no seu trabalho e claramente diz _ Eu não vou te ajudar á ganhar o teu salário e não receber nada em troca _ são os mais admirados, apesar dos inferninhos que lhes aplicam. Mas dificuldade por dificuldade, se você for o " cara legal " da tua equipe, será sempre o mais pressionado para continuar na mesma posição, sempre.
    Não aprecio muito esta idéia de classificação, uma vez que denota competição agressiva. Mas não posso negar que o destaque auto gerado por um homem só pode advir de sua condição natural superior em níveis mentais e emocionais/psicológicos.

    ResponderExcluir
  2. dá pra ver que esse blog foi escrito por um beta e que esse egoismo pregado por ele é como diz maquiavel em seu livro "o principe":"aquele que quizer fazer da sua profissão ser tido por bom,acabará por causar a sua própria ruína,cercado de tantos que "bons"não são,se todos fossem bons,bom não seria esse conselho"

    ResponderExcluir
  3. Concordo em alguns pontos:Vejamos,vou tentar elucidar de forma resumida....Vc pode ser tornar o que quiser,afinal??Quem é o dono da sua vida?Vc ou a sociedade?Essa história que o beta ou ômega está condenado a ser assim é lorota,vc se torna aquilo que quiser(Pratique a lei da atração e verá na prática)

    ResponderExcluir