Já foi abandonado? Esconda isso de outras mulheres!

Por Arthur Vinicius


Vou aqui falar de um assunto que passa despercebido pela maioria dos homens, que é a visão que as mulheres têm de um cara que já foi alguma vez largado por alguma mulher.

Você sabe que as mulheres são por natureza curiosas, e quando elas estão num relacionamento, procuram ao máximo extrair informações dos caras com os quais se envolvem. Dentre essas informações que elas buscam, está a quantidade de mulheres com as quais você se envolveu anteriormente. Muitos homens procuram omitir isso, com receio de elas ficarem chateadas com os mesmos. No entanto, elas fazem tal pergunta de propósito, para avaliar o quanto MACHO o namorado é. Quando elas percebem que o cara teve outras mulheres interessantes, bonitas, elas, longe de acharem que ele não presta, acham que ele é de fato interessante. 



Em contrapartida, quando elas percebem que o cara é pouco experiente e nunca teve um relacionamento firme, sério, ele é considerado um banana, um zé ninguém, e não poucas vezes já pensam em dar o fora do relacionamento e terminam com o cara. Contudo, ainda há um tipo de homem que é ainda mais desinteressante para as mulheres do que o inexperiente: é aquele cara que já foi largado por uma mulher e/ou trocado por outro.

Sim, mulheres sentem repulsa quando sabem que um homem foi largado pela sua ex, porque na cabeça oca delas, se uma mulher, por mais vagabunda que seja, abandona um homem, é sinal de que o mesmo é desinteressante, que o mesmo não é bom de cama, não tem papo interessante e é um verdadeiro FRANGOTE. Elas jamais pensarão na hipótese de que a mulher que traiu o cara em questão era uma safada, ordinária, somente que o cara nunca foi homem o suficiente, pois do contrário tal mulher não teria largado ele jamais. Elas são extremamente corporativistas e jamais falam mal de outras mulheres para um homem, somente entre si, porque são competitivas.

Assim sendo, ao ser abordado por perguntas do tipo "quem terminou: você ou ela(ex)?", "quantas namoradas você teve?" ou "com quantas já transou?", mude de assunto, e caso elas insistam, saiam de perto delas. Mas em hipótese alguma, se você já foi largado ou trocado por outro ou que alguma mulher te enrolou mas não quis ficar contigo, diga que foi abandonado por uma mulher para as mulheres, pois no dia em que isto acontecer elas perderão o respeito por você. Faça como os cafas e seja ao máximo possível misterioso quanto a este assunto, valeu, paspalhão?

Então até a próxima.

25 comentários:

  1. Mais um blog de veado enrustido, que quer disseminar seu "odiozinho" às mulheres. Porque vocês não fazem um favor à humanidade e praticam suicídio coletivo, seus inúteis!! Não valem a merda que cagam.

    ResponderExcluir
  2. mulher critica os hábitos masculinos=observadora

    homem critica hábitos femininos=viado

    pra elas o ideal é um orango-tango sem senso crítico...

    assim caminha a humanidade

    ResponderExcluir
  3. Mais um analfabeto funcional comentando no blog, que não sabe separar críticas e reflexões de ofensas e ódio gratuitos.

    ResponderExcluir
  4. Cara, como é que vocês aguentam essa pressão que VOCÊS MESMOS se fazem para ser o cara foda, o macho alfa...? Isso deve causar uma puta insegurança que faz com que vocês precisem de blogs como esses...

    ResponderExcluir
  5. Vocês mesmos não. Claro que existe uma cobrança de cada um para atingir suas próprias expectativas, mas, não fomos nós que bolamos a "teoria da pegada" por exemplo. Não somos nós que somos hipergâmicos. Não somos nós que exigimos sucesso social e $$$ para se relacionar com outra pessoa.

    A gigantesca maioria dos homens faz as coisas para conseguir o aval feminino de que ele é digno da atenção delas. E aí vem a puta contradição. O cara tem que se submeter a uma avaliação de "valor", sendo que, quem tá pelejando para conseguir as coisas em um primeiro momento é ele. O cara é trabalhador, honrado, tem carinho com a própria família, toca um instrumento musical, tem carro, domina questões filosóficas e entende da situação política da nação e precisa de aval de uma mulher para que seu sucesso seja reconhecido?

    Quem é o "prêmio" aqui? É para isso que os caras tem que abrir o olho. Esses mesmos caras tem que parar de lamber salto alto de mulher e ver que, em várias situações, o real vencedor da situação é ele. Justamente isso.

    ResponderExcluir
  6. nada qualquer vagabundo que toque come as you are elas vão achar genial HAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

    ResponderExcluir
  7. instumento musical?rss qualquer vagabundo que toque come as you are elas vão achar genial AHAHAHAHAHAHAHAAHAH

    ResponderExcluir
  8. Entao o blogs feminstas são so voltados para lesbicas, inrrustidas, problematicas que não sabem o que querem da vida, não tem "odiozinho" nenhum contido nos textos, mais sim uma simples observação da realidade na qual vivemos e que voces fantasiam demais porque a politica a economia a merda do fminismo concedeu isso a voces a fazerem o que querem, daqui a pouco vai ter mulher assaltando homem porque o homem não pode se defender batendo em uma mulher. (não estou incentivando a violencia contra mulheres).

    ResponderExcluir
  9. bora filtrar essas mensagens pessoal blog!
    tem muita gente(mulheres) falando merda!

    ResponderExcluir
  10. a umas semanas foi postado um link que te direcinava a um blog que não se considerava feminista,e sim um blog de mulheres,era de um ranço, e de um azedume... tratava homem como uma espécie de macaco depilado,isso num grande portal como o TERRA hein,quer dizer,aquilo é uma análise bacana e imparcial  né rsss

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda acho que é um pouco útil deixar esse tipo de comentário, porque normalmente vem alguém e enraba o/a animal sem dó e auxilia por exemplo a como proceder na presença de alguém sem argumentos. Mas, o recado tá anotado. Obrigado pela sugestão!

    ResponderExcluir
  12. eu tb acho.Até porque a argumentação delas...no coments rss

    ResponderExcluir
  13. resposta perfeita bagaço cara

    ResponderExcluir
  14. Sendo mulher, concordo com a maioria das definições a nós concedidas pelos masculinistas, inclusive as citadas nesse texto. Mas lendo o fórum e o blog, uma dúvida que persiste é se essa generalização é real ou apenas uma forma de abranger a grande maioria. Pela visão de vocês, as mulheres são incapazes de evoluir e mudar (ou ao menos amenizar) suas características básicas, ou também podem se transformar em "mulheres honradas"?

    ResponderExcluir
  15. Mulheres precisam de travas morais para se manter na linha. Sem travas morais, é quase impossível uma mulher se tornar "honrada".

    O mesmo não se pode dizer dos homens. Para os homens serem "honrados", é necessário que as mulheres exijam esse padrão. Ou seja: tudo se resume à mentalidade feminina.

    ResponderExcluir
  16. Gabriela eu tenho uma curiosidade;ate meio "Off",vendo noticias do dia-a-dia ,daquela moça que apanhou do marido e voltou,a moça que teve seu rosto derretido pelo namorado(ela ja tinha apanhado dele antes),queria saber se a "solidão"feminina é assim tão avassaladora assim.Difícil medir algo assim claro,mas me parece muito maior que qualquer solidão que o homem enfrente em toda sua vida...

    Qual sua opinião?

    ResponderExcluir
  17. Srx

    Permaneço confusa. Desculpe-me antecipadamente, juro que não tenho intenção nenhuma de causar uma discussão enorme nem contestar seu ponto de vista. É só que a resposta me foi insuficiente. (Mulheres são prolixas). Na visão de um masculinista, todas as mulheres são iguais, sem exceções? Que critérios são usados pra avaliá-las? Insisto na pergunta porque há uma distorção sobre o que li no CT (apostilas do Ulysses) e nos comportamentos deescritos em alguns relatos. Chamar uma mulher de promíscua e sem vaores é perfeitamente aceitável (direito a opinião), mas chamá-las todas de vadias, putas, estritamente interesseiras e outros adjetivos belicosos não vai contra os próprios mandamentos do Homem Honrados, que apregoam o respeito? Os homens podem ser matrixianos, mas as mulheres não? Veja bem, é só uma impressão minha, mas quanto mais leio os textos daqui, do fórum e dos membros mais proeminentes, mais aumenta a sensação de que a grande maioria dos masculinistas acha que nenhuma mulher que tenha cometido deslizes pode se converter em uma boa mulher. Estão fadadas a serem putas e posteriormente balzaquianas e fim.

    ResponderExcluir
  18. Lucas,

    Olha, vou tentar te explicar o que euu acho através de experiências pessoais, ok?

    Pra mim, é inconcebível a idéia de que uma mulher permaneça aonlado de alguém que a agrida, seja física, verbal ou emocionalmente. A mesma certeza vale pros homens (e foi por isso que me interessei tanto pelo masculinismo).

    Meu pai é um cafa. Galinha, desonesto, egoísta e o pior de tudo: violento. Ele deu sinais a vida toda da sua falta de caráter, mas minha mãe peferiu escolher outros motivos pra justificá-lo. Quando tudo explodiu, ele tentou machucá-la e eu entrei no meio. Ele tentou me matar, literalmente. Eu, no lugar dela, teria sumido da vida dele imediatamente, principalmente porque a essa altura meu irmão e eu já éramos quase adultos e ela é independente financeiramente. Mas minha mãe não. Ela ficou, os episódios se repetiram, eu vivo uma guerra fria com meu pai (não tenho coragem de seguir minha vida e deixá-la a mercê dele) e assim segue a vida. No caso da minha mãe, a visão dela é a de que ela não tem opção. Ela foi criada na fazenda em uma cultura que dizia que as mulheres deviam ser fiéis e submissas aos maridos, mas não estabelecia nenhuma regra sobre como os homens deveriam ser como maridos. Ela se casou virgem e pra ela (e veja bem, ela tem curso superior e mestrado, não é uma ignorante qualquer) a educação recebida está tão arraigada que divorciar-se, mesmo que seja de um bandido, é assinar um atestado de fracasso na vida. Ela se imagina repudiada socialmente e fracassada naquilo para que foi criada: ser uma boa esposa e mãe. No caso daz minha mãe, apesar de ser inaceitável, é passível de compreensão porque ela foi educada nas décadas de sessenta e setenta, além do mais, meu avô era um bom pai e esposo, o que a fazia acreditar inconscientemente que todos os homens são assim. (Cont)

    ResponderExcluir
  19. Agora vem o caso de amigas minhas. Bonitas, jovens, financeiramente independentes e completamente loucas. Prendem-se ininterruptamente a relacionamentos fracassados com cafas que as tratam como meros objetos sexuais. Há muito eu tento mostrar a elas o quão doentio isso é e apesar delas concordarem comigo, dizem que não conseguem mudar. Não sei exatamente se são ilusões midiáticas ou se é algo realmente biológico, mas as mulheres em geral tendem a achar que "com elas vai ser diferente". Eu tento dar uns choques de realidade nelas, como diria Tyler Durden "você não é especial, você não é um bonito e único floco de neve", mas é incrível como elas resistem à pílula vermelha.

    Agora vem a minha opinião. Correlacionando os casos que você citou com os que eu vivencio, eu acredito que a maioria das mulheres se acostumou a ser burra. Ao invés de procurar ocupar a mente com outras coisas além das banalidades cotidianas, ficam presas apenas a isso. Alimentam a ilusão de que são únicas, especiais e com o dom de mudar os homens a seu bel prazer. Existe intimamente em cada mulher uma idéia fixa de poder, o que soma-se à sua competitividade, fazendo daas mesmas máquinas de emoções descontroladas. Elas escolhem homens troféus. Os muito bonitos, os muito ricos ou os cafas que elas convertam em príncipes. Devido a pressão social para que não fiquem solteiras (lembre-se que um homem solteiro é só um homem solteiro, mas mulheres solteiras tendem a se tornar solteironas beatas balzaquianas), elas se desesperam em encontrar alguém, mas seus filtros são totalmente equivocados devido à ilusão de que o que a sociedade pensa sobre suas escolhas é o que as valoriza.

    Não é solidão, Lucas. É a matrix feminina. Mulheres como as que você citou e as que eu citei vivem presas em diretrizes sociais equivocadas. Muitas tem a autoestima baixa e acham que não vão achar nada melhor. Outras não querem aceitar que simplesmente não deu certo e que elas não são especiais. E há também o caso das que dependem do parceiro financeirameente e conformadas, preferem aceitar traição, violência e humilhação a assumir as rédeas da própria vida e ir à luta.

    Solidão assusta todo mundo, homens e mulheres. Mas no caso das mulheres, assusta ainda mais a idéia "o que os outros vão pensar se eu for uma mulher sozinha?".

    Espero ter conseguido tee responder =]

    ResponderExcluir
  20. Mulheres são mais fracas, têm o raciocínio lógico mais limitado, adoecem mais, têm pouca criatividade e pouca iniciativa empreendedora. Como se não bastasse todas essas desvantagens, o envelhecimento é mais devastador para elas.

    Por causa disso tudo, a solidão para elas é, sim, dezenas de vezes pior que a dos homens. 

    Agora, convenhamos: se a situação das sozinhas é comprovadamente pior, era de se imaginar que as mulheres se valorizassem mais para premiar homens corretos e dispostos a casamento. Afinal, mulheres são mais beneficiadas que os homens com o casamento.

    É o que ocorre? NÃO! As mulheres, quando estão com tudo em cima, vão atrás dos piores: cafajestes, mentirosos e psicopatas. Homens bons são destruídos completamente pelas novas, a menos que cresçam financeiramente.

    ResponderExcluir
  21. Obrigado Gabriela lamento pela tua  situação e te desejo sorte,eu tive quadros depressivos e durante a minha infermidade eu "topava tudo",estava doente,sei o que é solidão,mas aí é que tá eu tinha tido uma doença...as meninas que tu citou parecem doentes em tempo integral. 

    ResponderExcluir
  22. Mulheres já tem toda a oportunidade de provarem que os homens do fórum HH estão "errados" fazendo o certo na VIDA REAL. Diante disso, não há a necessidade de ficarem tentando provar em blogs ou fóruns de que vocês são "diferentes". Isto não interessa à nós. Interessa o que constata-se na prática.

    Quem acha que não se encaixa em nossos exemplos que faça o "seu melhor" na vida real. Esta é a melhor resposta, e a mais difícil de ser cumprida também.

    Fica aí o desafio: mostrem o que dizem na PRÁTICA. Enquanto isso, todas são vadias até que se prove o contrário.

    ResponderExcluir
  23. As mulheres é que estão mais atoladas na matrix, são manobradas pelo mercado consumista.

    ResponderExcluir
  24. Srx

    Obrigada pelas respostas, embora o Tigre e o Magno tenham sido maolis objetivos quanto às questões em si.

    Lucas

    Obrigada. Talvez se eu não tivesse passado pelo que passei em casa, estaria presa nas mesmas condições que elas. O medi me tornou realista, uma necessidade pra se sobreviver (no meu caso, literalmente)

    Tigre Branco

    Em nenhum momento tive a intenção de me por à prova do julgamento de vocês, seja virtual ou realmente. E em momento algum eu quis provar que as idéias dos membros do HH estão erradas. Eu só levantei as questões ao Srx porque ainda não tinha encontrado opiniões diretas ainda sobre o fato das mulheres estarem irremediavelmente fadadas a serem vadias a não ser que sejam criadas de forma tradicional e que cheguem à vida adulta virgens ou algo próximo disso. Pelo visto (e por um texto que vi postado hoje e ainda não li) a resposta é sim. Ou a mulher é assim, ou será eternamente uma vadia. No mercy.

    Acho o ponto de vista extremista, visto que todo HH já foi um matrixiano, mas respeito.

    Magno

    É exatamente esta a questão. Pegando o ponto de vista que citei acima, minha questão é que nos deparamos com uma geração inteira de "mulheres perdidas" e indiscutivelmente sem salvação. Isso não preocupa os HH? Como pelo visto os masculinistas acham imperdoável o passado de uma matrixiana mesmo que ela consiga desatolar da matrix (levando seu próprio comentário e o do srx, considerando que somos infinitamente mais fracas físicas e mentalmente). Há alguma providência que pensam em tomar quanto a reeducação feminina? Algo que objetive, sei lá, a geração de crianças que ainda não foi corrompida?

    Mais uma vez me justifico nas perguntas pra não ser mal interpretada. Eu realmente acredito e concordo em seus ideais, mas me pergunto se já se questionaram sobre a incapacidade das mulheres de entendê-los se não tentarem ensiná-las. Porque no andar da carruagem, logo estaríamos em um mundo com muitos HH, mas pouca ou nenhuma mulher que os merecesse.

    ResponderExcluir