Inseguras anonimas: a crise dos 30!

Por Paul

A prova de que o feminismo prejudica as mulheres também!!!

somos várias e todas diferentes, por isso o blog tratará de vários temas... embora tenham sempre um ponto comum: a nossa insegurança!!!

Pois tenho 30 anos... toda a minha vida esperei por aquela oportunidade de trabalho que me desse a possibilidade de conseguir uma excelente carreira profissional, ganhar um bom dinheiro e, finalmente, tornar-me idependente! Sem precisar de ninguém, sem precisar deles!
E o que acontece? Essa oportunidade vislumbra-se no horizonte, sem qualquer hipotese de se vir a concretizar... e eu passo as noites em claro! A pensar se serei capaz de abandonar tudo e partir... se serei capaz de desenvolver as tarefas atribuídas com relativo sucesso, pior se serei capaz de desempenhar sequer a função...
E o resto?? Como fica??
Agora que olho para o lado e todas as minhas amigas, que se encontram todas casadas, com empregos estáveis e maridos fabulosos, falam do último arranjo que deram lá em casa, do móvel que viram na loja mais in do bairro e que ficava mesmo bem na sala, dos filhos e filhas e dos seus problemas....
E eu começo a pensar: Será que eu nunca vou ter isto? Mas, estranho, eu nunca quis isto!!!
Será da idade? Será que aos 30 anos é muito tarde para começar uma vida que se deveria ter começado aos 22 anos? Agora pensamos que é tarde para realizar sonhos e que devemos ficar no nosso canto e pensar em assentar, casar com alguém decente, ter filhos ah e a casa, a culinária, os textêis-lar e tudo mais o que essa vida acarreta: os sogros, os cunhados, os sobrinhos, etc. etc.
Mas eu nunca quis isto!!!!
De facto, é a sociedade que nos tolda os sonhos!!!
Agora olhando para trás vejo quantas oportunidades desperdicei e que não voltaram mais!

E depois dizem que o feminismo ajuda as mulheres... reparem na lavagem cerebral que fizeram nessa mulher.

Quantos namorados mandei embora, porque a última coisa que queria era tornar-me dependente de um tipo qualquer e encaixilhar a minha vida!!!
Mas as amigas falam, falam e eu sinto-me tão desenquadrada ali no meio, tão sozinha!!!
30 ANOS o que representam afinal?

Pois é, dispensou bons homens em nome do feminismo e agora quer um bom? VAI A MERDA! Não é justo um bom homem ficar com vc, PENSASSE ANTES!!

Amiga trintonas,
Fiz 30 em maio,meninas desde entao parece que um portal se abriu em minha vida!!!
Um portal de indecisoes e incertezas. Muitas duvidas em relacao a tudo e todos e claro primordialmente sobre mim mesma.
Estou fazendo terapia ha 1 ano, e parece, que como ja foi dito anteriormente quanto mais se mexe mais complicado vai ficando, mas tudo bem tenho fe em Deus que tudo isso ficara bem....e que esse novo horizonte aberto em nossas vidas se desvainecera de acordo com o tempo necessario.
FORCA IRMAS!!! CHEGAREMOS AO DESTINO!!!

Não adianta terapia, o feminismo te fodeu!

Fiz 30 anos em Fevereiro e compartilho dos mesmos sentimentos que vocês. Me sinto em um momento de crise, de reflexão sobre o que realmente quero em meu trabalho, sobre o rumo do meu namoro, sobre casamento e filhos, carreira... Sinto a pressão da sociedade e do relógio biológico. Acho que para as mulheres é uma fase muito mais complicada! Meu namorado, também com 30 anos, não compartilha desses sentimentos. Mas eu realmente olho para mim hoje e não vejo a mulher de 30 anos que pretendia ser,embora eu tenha um relacionamento feliz e um emprego estável... ...talvez imaginasse uma mulher casada com filho e sem dúvidas profissionais a esta altura! Mas ao mesmo tempo embora eu tenha 30 anos me sinto a mesma de 5 ou 7 anos atrás, mas não sei se as pessoas me vêm assim... ...pela primeira vez tenho insegurança de dizer minha idade... ...realmente é uma fase difícil, porque me deparo com a questão que daqui por diante "não posso errar"! Mas espero que esta tempestade de ídéias e reflexos passe e o sol volte a brilhar...

A vida do homem começa aos 30 e a sua "terminou", tá aí mais uma mulher vítima do feminismo.

Tenho 30 anos estou em crise, quando alguem me chama de senhora então entro em depressão porque não fiz nada da minha vida. olho para traz e vejo quantas oportunidades eu perdir. sinto-me insegura até num relacionamento. estou muito triste por isso. por essa insegurança de aceitar essa transição de idades sinto medo de ficar sozinha de não ter filhos ahh sei lá é tanta coisa que passa na minha cabeça socorrooooo

Te chamam de senhora? kkkkkkkkkkkkkkk vc deve estar acabada hein... quem não vive em balada chega inteiro(a) aos 30.

Ai que conforto encontrar pessoas igual a mim.
Estou com 32 anos, bem casada, sou funcionária pública, formada e me especializando, mas super-insegura ao pensar nessa questão idade.
Pra piorar, meus amigos são todos 9 anos mais jovens , sinto-me em desvantagem.
Sei q é bobagem, mas não consigo superar essa tristezinha.
miriamsouza700@hotmail.com

Essa aí nem casamento salva... mais uma prova que mulheres não estão satisfeitas com nada.
Ela deixou o MSN... alguém quer conversar com ela? rss

Por favor, peço sua ajuda. Meu nome é Filipe e tenho uma namorada que amo muito. Ela tem 29 anos e fará 30 no começo do ano que vem. Há cerca de 10 dias saímos para jantar e aconteceu alguma coisa durante o jantar que no dia seguinte ela me ligou chorando e disse que queria dar um tempo.

Tentei conversar pelo telefone durante esses dias mas acho q ela tomou uma decisão em terminar. O pior é que ela chora muito qdo fala de mim, e eu sei q ela me ama muito, mesmo pq estamos juntos tem 2 anos e sou mto amigo do primo dela. Tenho 27 anos e pretendia casar em 2010, dentro de 2 anos.

Segunda conversamos novamente pelo telefone e tentamos colocar um ponto final, ela me ligou na terça chorando e pediu para sair amanha para jantar.

Tenho uma dúvida, será que ela gosta de mim??? Pediu um tempo sem motivo, dizendo que está confusa!!!!

A coisa que mais magoa alguém é não saber como ajudar e sofrer tb. Sempre fui um bom namorado, tenho uma ótima carreira e NUNCA brigamos antes.

Por favor me ajude no q falar amanhã para conquistá-la novamente.

Muito obrigado.

Um rapaz de 27 anos com uma trintona... e tá atoladaço na Matrix.

ola... eu fiz 31 anos em abril.. e desde um pouco antes do niver começei a sentir coisas extranhas.. sentimentos ruins... depre, anciedade e até panico... estou indo na psicologa e tomando remedios... mas agora q li essas materias acho q deve mesmo ser isso.... pois me formei em adm ano passado e agora vou fazer pedagogia... nd haver... é mt indecisão.. as vezes to otima.. as vezes choro 2 dias seguidos... acho q os homens ñ me querem pq to velha e tenho filho.. pq ta aparecendo mts rugas.... e ñ acho ninguem pra me amar de verdade.... bom.. vou continuar o tratamento e tomar os remedios.. pra ver se melhora.. mas como o nome ja diz.... crise...crise é uma coisa q passa... vamos ter força...

Balzaca, mãe solteira e enrugada, nem vou comentar nada... alguém se habilita a "consola-la"? haha

Vou fazer 29 anos em outubro, e descobri que estou entrando na crise dos 30 anos.Sou casada, tenho um marido maravilhoso, faço faculdade, trabalho (mais esse trabalho não me agrada), não sei bem o que quero, mais ao mesmo tempo quero tudo, tenho a sensação que o tempo é curto e que tenho tantas coisas ainda para fazer e não vai dar tempo. O relogio biologico começa a despertar. Quero um filho, mais meu marido acha que ainda não é hora, claro para ele que tem 37 anos realmente não é hora, mais para a mulher isso pesa, e pesa muito, pois não quero enfrentar uma gravidez com cuidados após os 30 anos, tenho medo. Estou sentido que meu casamento não anda muito bem, enfrentamos uma rotina que para mim é sufocante e para o meu marido é marivilhosa ele adora rotina, tudo na nossa relação está em volta do que ele gosta de fazer e não no que eu gosto, bom já nem sei o que eu gosto realmente.
Fico pensando como pude deixar isso acontecer, podem acreditar, era bem pior a situação, mais consigo reverter um pouco, pelo menos voltei a estudar já é um grande avanço.
Estou enfrendando essa crise sozinha, pois ele nem percebe ou faz de conta que não percebe, e quando tento me expor, ele se culpa, me deixando mais frustada ainda. Infelizmente não sei o que fazer para enfrentar essa crise, e tb não sei até onde ela pode ir.

Olha o relógio biológico pronto pra apitar, reparem que o marido dela tem 37 anos e não tá nem aí, pq não temos "prazo de validade" como elas.

Bom... tá cheio de exemplos de balzacas que dispensaram homens bons na juventude e agora que estão "acabadas" querem um bonzinho fora as depressivas... 

Agora to sem tempo pra fazer mais análises mas tá cheio de depoimentos pra vcs analisarem a vontade e tirarem suas conclusões.



http://insegurasanonimas.blogspot.com/2005/01/crise-dos-30.html

4 comentários:

  1. Essas modernetes querem viver suas vidas baseadas em valores invertidos, que vão contra a natureza, valores estes impostos pelo feminismo. Mas a vida acaba mostrando o erro para elas, infelizmente (para elas) quando se dão conta já é tarde demais.

    ResponderExcluir
  2. Essas merdas tem que se fuder mesmo, não tenho pena, porque quando são novas gostam de fazer todos os homens de otários. Pensavam que as suas belezas iriam ser eternas, essas balzacas de merdas, tem que tomar no cu mesmo. Homens lembram da sua juventude e não sejam Capitão Salva Putas. Que elas morram na solidão e quando morrer vai dar o cu para o capeta. Comem e manda embora e também manda tomar no cu!

    ResponderExcluir
  3. Essas balzacas são as mesmas que nos ignoravam no colégio, faculdade, e iam sair com caras mais velhos, bandidinhos, cafajestes em geral.

    Então agora que se fodam, colham o que plantaram.

    Só queremos as mais novas.

    ResponderExcluir
  4. Acredito que atualmente o homem tem de se dedicar a si mesmo, depois,já com condições financeiras e emocionais se dedicar à família (entendam família como sangue) e aos amigos (se tiver). Qualquer individuo que tente se envolver, não família, não amigo deve ser alvo sim de investigação minuciosa, sem dó nem piedade, com discernimento, afinal uma qualquer pode afundar tudo o que foi conquistado com uma leve "rebolada".....

    ResponderExcluir