[Relato] A Mulher do Pastel

Por Kenshiro

Este Relato se passa em Junho de 2005 (Um ano antes do relato do Puteiro)

Eu tinha 26 anos, George tinha 25.


Era uma tardezinha de sábado, eu e George estávamos sentados na calçada observando as gostosas passarem na rua.

Era dia de festa junina do bairro, George tava me enchendo o saco pra ir à festa junina, disse que não queria ir, porque não sou fã de comida típica e que não tem nada pra fazer la. Ai George disse:

- Deixa de ser bobo Kenshiro. Vamos La pra pegar mulher.

Disse a ele: Deixa de Cao George, não da ninguém naquela porra não. Todo ano é a mesma merda.
George Retruca: Kenshiro, este ano ta diferente cara, vai ter barraca de beijo la, ai você só paga dois reais e beija na boca.

Falei: Verdade cara??? To Dentro!!! Vamos la então.

Anoiteceu então eu e George resolvemos ir à festa junina, mas antes passei no supermercado e comprei uma garrafa de vinho barato, fomos tomando até chegar à festa junina.

Chegando La, o local tava cheio como de costume. Nunca gostei de ir nestes lugares porque vai muita família La (pai, mãe, filhos etc.)


Chegando la eu tava procurando a tal da barraca do beijo e nada de achar, só tinha os arraias e coisas de comer La.



Como eu tava odiando a ficar La, Ma como já estava por ali mesmo, então aproveitei pra encher a cara, comprei alguns quentões e vinho quente.
Chegou uma catadora de latinha perto da gente, George tinha acabado de tomar um refri e ofereceu a lata vazia para a catadora.

A Catadora foi embora, então George começou a observar dexavado para ela (como se estivesse observando a sua caça).

Quando a catadora sumiu, George virou e me disse:

- Kenshiro, Da um tempo ai, que vou la resolver uma parada.

Ai eu falei: - Po George, você não vai atrás da mendiga de latinha não, NE veio??

George fala: Relaxa cara, daqui a pouco eu volto.

Deu 5 minutos e nada do George voltar, eu já tava meio bêbado e o escambal, fui andando mais a pouco ate encontrar o cara.

O George tava La encostado no muro dando uns pega na catadora de latinha

Fui embora de La já puto, tinha perdido a noite numa festa ridícula, e fico sozinho La porque o Cara resolve ir barangar.

No caminho de casa parei numa pracinha, tinha uma barraquinha de pastel, então eu resolvi dar uma paradinha La.
A Vendedora de pastel é feia pra diabo, faltava até uns dentes na boca (Parecia a selecao Brasileira desfalcada)
À noite já tava meio perdida e não queria ficar no zero a zero, já tava meio puto porque o George mesmo pegando só desgraceira, sempre chegava no outro dia com as suas historias de fudelancia, e isto de certa forma me incomodava. Ele sempre se dizia: Mas vale um pássaro na mão do que dois voando.

Já conhecia a vendedora porque sempre comia pastel La, ela sempre me dava bola e ficava cheia de gracinha comigo

Neste dia resolvi dar uma chance para ela, e ela todo feliz me chamando de meu amor e tudo.

Sentei-me à mesa e resolvi pedir Pastel de Carne e cerveja.
Fiquei comendo pastel e tomando cerveja até mais ou menos 11:40hr, quando ela me disse que tinha que ir embora.

Eu já tava ficando meio bêbado já e não falando coisa com coisa.

Vi que ela tava desarmando a barraca pra colocar na Kombi, então me ofereci pra ajudar.
Ela morava perto da pracinha mesmo, coisa de dois quarteirões.

Chegando La, ela morava num apartamento mediano, ela me pediu para levar as coisas de comer (como massas, latas) para dentro do seu apartamento.

Ajudei como pode, e ela agradeceu, e ai ela me perguntou se eu queria alguma coisa.

Eu falei: Vamos ver um pouco de TV.
Ficamos vendo TV por uns 20 minutos, então ela me disse que tinha que dormir e acordar cedo outro dia, então me pediu para ir embora.

Ela foi me levando ate a porta, ai logo eu pensei: Pó fiz o escambal e vou sair daqui de mão abanando??
Quando ela me levou ate a porta, a puxei para minha direção e dei um beijo, meio desengonçado mais dei.

No outro dia veio o arrependimento, Eu tive que me humilhar para pegar uma nega feia pra diabo vendedora de pastel. E O George como sempre, se dava bem.

8 comentários:

  1. Mas que merda! Vergonha alheia. 

    ResponderExcluir
  2. Cara, você está detonando a raça masculina. Lamentável esse relato.

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    pow  velho é uma vergonha mesmo o que tú e o george fez ,mas foi engraçado pakaralho ....kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Puta Mérida! Amigo, com todo respeito... Senti nojo.... 

    ResponderExcluir
  5. o george se dando bem? onde?
    pqp... ele tá é procurando herpes!!
    larga de querer ir na onda desse seu "amigo" filho da puta que se acha foderoso só por que come tudo quanto é merda... porra
    manda ele ir tomar no cu com as histórias de fodelâncias mentirosas deles
    e continue na sua, sem precisar de se humilhar e passar por uma vergonha dessas!
    sei que quanto tá com a cachaça na cabeça e fica escutando esses filhos da puta, dá nisso.. já fiz merda como esse tipo também...
    mas para com isso juvenil!

    ResponderExcluir
  6. Amigo,

    Numa boa, serio mesmo. Seria muito melhor ter continuado virgem, digo isso sem querer ofender ninguém :/

    ResponderExcluir