Intercâmbio, Albergues, mochiladas e muita putaria...

Por Doc Cavera

Pois é camaradas,

O assunto a ser tratado aqui é sério, muito sério...

Muitos de nós aqui, homens honrados trabalhadores, talvez por falta de oportunidades ou falta mesmo de dinheiro na vida sequer saímos do país pra podermos travar contato com outras culturas...





Infelizmente, a vida não é dôce para com muitos...

Mesmo assim, hoje dia está cada vez mais fácil um mediano ou uma mediana realizar a tão famosa viagem de intercâmbio para o exterior, seja para ficar em albergues como mochileiro, seja pra ficar hospedado na casa de uma "papai" e "mamãe" gringos (ridículo isso)...




Pois é cambada de macho, acredito que pra maioria a vida não sãi flores e, intercâmbio não faça parte de muitas realidades de vida por aqui.

Mas o fato é que tem muito papai bonzinho e provedor que fica ralando no trampo aqui no Brasil pra mandar a filha curtir piroca de gringo na Europa, nos Estados Unidos e até na África...

Disso eu posso falar com conhecimento, pois o que tem de caso de santinha topizinha de família que sai do Brasil e vai rodar em pica de gringo lá no exterior não está no gibi...




Por trás de todo esse programa "pedagógico" que serve de fachada pra aprender idiomas ou fazer cursos de curta duração, está o desejo feminino de internacionalizar/compartilhar a vagina com o maior número de parceiros, de modo a preservar a reputação de santa em seu país de origem...

Isso sem falar nas possibilidades de praticar orgias como sexo grupal e regadas a muito bukake, sem falar que dar o cú nessas situações chega a ser trivial...




É meu amigo, por trás dessas carinhas aí, nos bastidores, muita porra rolou e ainda vai rolar nas bocas e nos cús dessas mulheres que vão pra esses intercâmbios...

Por isso eu sempre digo: "Intercâmbio de cú, é rôla!!!"

Essas meninas aproveitam literalmente tudo do sexo lá fora, pra depois voltarem "santas" semi-virgens e, alguns anos depois, casarem com o primeiro pangaré que aparecer...

5 comentários:

  1. Falou o machista/a machista ignorante desprovido(a) de cultura e conhecimento do que fala. Infelizmente gente alienada como você, ao generalizar uma temática como esta, acaba por generalizar e desmoralizar programas de intercâmbio, sérios e de muito conteúdo cultural e teórico. Antes mesmo de redigir um texto tão leviano e ofensivo como este a todas as mulheres que já fizeram intercambio estudantil, ou ainda vão fazer, procure repensar suas próprias palavras antes de sair falando tanta bobagem. Não é de se estranhar que, diante de ininteligível verborragia, a gente se depare com pessoas que tenham essa mentalidade boçal. Uma pena que com tanta "propriedade" você tenha se deparado (já que diz por experiência própria) com tanta mulher que busque em um intercâmbio algo que não seja o propósito real dele: estudos, cultura e crescimento pessoal.

    ResponderExcluir
  2. É isso mesmo que acontece.... Vide o afamado "Turismo sem fronteiras" onde a galera nem tem obrigação de ir nas aulas e ficam gastando dinheiro de impostos nessas putarias.

    ResponderExcluir
  3. ja ouvi vários relatos, de menininhas recatadas e do lar que foram pros estados unidos ou pra europa, pelo programa ciências sem Fronteiras, e, chegando la, começa até a fazer programa, ou outras que deixaram o namorado no brasil e quando chegam la fora mantêm relações com dois, três ou mais gringos e o namorado la sendo enganado sem saber.

    Mas, devemos ressaltar que não são todas, apesar de serem a maioria, muitas vão para aproveitar a viagem de forma acadêmica, ja vi noticias sobre alunas que se destacaram em pesquisas científicas, mas estas se contam nos dedos de uma mão. Então, amiga(o) anônima(o) antes de taxar de machista quem escreveu o texto deixe de ser hipócrita vá la e veja a realidade, se você foi e não fez isso que bom, mas não generalize porque não são todas que são como você.

    ResponderExcluir
  4. E qual o problema disso? Dou mesmo, amo piroca.. brasileira ou não, a buceta é minha :) quero rola mesmo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua puta imunda e vadia. Então faça isso com o seu dinheiro e não se utilizando do dinheiro de impostos oriundos de suor dos contribuintes sua vagabunda de merda. Não é segredo pra ninguem que as mulheres brasileiras são as putas do mundo.

      Excluir