A força da matrix

Por error404

Um pequeno relato para mostrar aos novatos de real, como eu, como pode ser difícil se libertar da matrix.

Ja contei aqui no forum sobre o fim do meu casamento, pra resumir depois de 5 anos de namoro e 2 de casamento fui deixado, provavelmente por nao prover as emoçoes que ela queria. 

4 meses depois do ocorrido, eu como todo paspalho que viveu idealizando mulher, ainda sofrendo, deprimido, sem pegar mulher, recém chegado em uma cidade onde nao conheço ninguem(sp). Porém buscando crescimento graças aos textos da real.

Eis que percebo uma guria meio que flertando comigo no trabalho, bem bonitinha por sinal, só que eu nem cheguei nela, acho que e pela auto-estima baixa, ainda nao me sinto confiante. Porém ELA acabou me encontrando e me adicionando no facebook (sim, acesso essa bosta de vez enquando). Cotuquei ela cotucou de volta, troquei algumas mensagens que acabaram reforçando a suspeita de que ela tava afim de mim, e no outro dia conversamos mais um pouco. E aqui entra o resutado de anos afundado na matrix, simplesmente não conseguia parar de pensar na garota.

Mesmo lendo uma quantidade enorme de material da real, acabei idealizando novamente e ja imaginava um milhão de coisas com essa bendita. Em algumas horas eu me falava "imbecil, para de pensar nessa porra, vc nem conhece a menina direito", mesmo sabendo que eu podia me decepcionar bonito não conseguia parar de pensar nela.

Resultado: entrei a alguns minutos no facebook e vi uma msg dela dizendo que tava na casa do "neguinho" dela, provavelmente se preparando para um anal giratório.

Nem me espantei muito, graças ao conhecimento que os confrades tem me passado aqui. Mas pude constatar que aprender a real não é nada fácil, é como vi em um texto do Conde, leva anos. Afinal vivi a vida toda com a idéia errada do mundo em mente.

Portanto amigos, não fiquem achando que com poucos meses de real, já estão aptos a encararem o mundo de frente. A caminhada é longa e requer olhos sempre atentos, com a matrix nao se pode baixar a guarda. E tomem cuidado especial com os períodos de carência.

0 comentários:

Postar um comentário