A Dinâmica de uma Comêdia Romântica

Por C.O.B.R.A.

Tudo começa sempre em uma cidade movimentada (pode ser São Paulo ou Nova York) ou pode ser em uma cidade pequena qualquer.

O Mocinho do filme é um retardado mental, perdedor, tanso, burro, tímido, incapaz, cabaço e bonzinho, além de ter um sub-emprego de merda.
A Mocinha do filme é bonita, inteligente, ambiciosa, esperta, tem um bom emprego e já deu o rabo pra metade da cidade.

Claro o mocinho se apaixona por ela.
Ela por sua vez caga na cara do Mocinho e odeia o seu chefe na maioria das vezes.

O Mocinho começa a se aproximar de forma desajeitada e desconexa ao abordá-la tanto pelo papo quanto pela expressão corporal.
A Mocinha é simpática e ao longo do filme começa a se interessar nele.

Certa parte do filme ambos começam a andar de forma imbecil e mongolóide parecendo Hemiplégicos de mãos dadas e tudo é perfeito. Eles se casam e vivem felizes para sempre.

Engraçado que a maioria dos Matrixianos nem sequer nota o fato do homem ser ridicularizado, mais contudo se ele conquistou "a gata", então o fato dele ser um merda não importa.

Quero dizer que o principal é deixado de lado em prol da ridicularização de Homem e a exaltação de uma vadia arrombada.

Só é ver Sex and the City como exemplo máximo de modelo feminino.

2 comentários:

  1. Amigo, seu exemplo é bem superficial, mas real, e esclarecedor... E mais ainda: verdadeiro... Gostaria de complementar com outras séries e programas que acredito, vão até além disso. Chegam a ser misândricos:
    Veja por exemplo um seriado chamado: "Los hombres las prefierem brutas."

    e outra coisa que me deixou com nojo, nesse sábado,
    - O quadro marido de aluguel do programa da record. Aquele com o Rodrigo Faro.

    Dá vontade de chorar quando vejo a que ponto o homem está chegando....

    ResponderExcluir
  2. Existem [b]4 tipos de comédias românticas[/b]:

    [b]1 - A que o beta é o ator principal [/b]- Nesse filme o beta (geralmente nerd) que não come ninguém se apaixona por um gata, q vive namorando alfas valentões. Ele fica o filme todo bolando estratégias, entrando em confusões e enrascadas pra conquistar ela. Ele se fode o filme todo. O alfa mete o chifre nela, bate nela ou xinga os pais dela e ela termina com ele. O betão toma coragem e se declara e conquista a mulher e consegue dá seu primeiro beijo numa gata. Não cena deles fazendo sexo.[b] Exemplo de filmes que vale a pena assisti como educativo anti-matrix e tbem pra dar muita risada: [/b]O último americano virgem, American Pie, Ligeiramente grávidos, Pagando bem que mal tem, SuperBad é Hoje, Quase-virgem

    [b]2 - A que o alfa é o ator principal [/b]- O cara é o pegador da cidade. As mulheres se derretem pelo cara, ele pega várias de forma fácil. É um cara simpático, sociável, extrovertido, boa postura, sociável, boa pinta, bem fisicamente e financeiramente, etc. Aí ele encontra uma que não dá mole pra ele, ele julga que encontrou a mulher exceção. Ela faz algum joguinho pra testar ele, mas acaba cedendo e dando muito sexo pra ele. Sexo todo dia de todo jeito, sem compromisso. Depois ela começa a diminuir o sexo ou até parar e terminam. O cafa volta a achar que ela é uma mulher exceção e se declara, diz que não é mais cafa, e ela acredita.  [b]Exemplo de filmes que vale a pena assisti pra copiar o estilo alfa de ser:[/b] Amigos, amigos mulheres a parte, Hitch: conselheiro amoroso, Amor e outras drogas, Amizade colorida (não assisti esse ainda),  Minhas adoráveis ex-namoradas, Alfie - o sedutor. O Melhor Amigo da Noiva (esse é o mais fraco de todos da lista)

    [b]3 - A que o cara é casado[/b] - Nesse filme o cara é um trabalhador e bom pai de família, porém a mulher fica semanas sem dá sexo pro cara ou é somente sexo burocrático. A desculpa é que o cara não é mais romântico ou se acomodou no casamento. Em alguns filmes a mulher abandona o cara ou traí ele. O cara então acorda e resolve ir pra academia, pegar dicas com alfas e começa a pegar geral, porém sente saudades da esposa e conquista ela de volta. Ela sente que o cara virou alfa e volta pra ele. [b]Exemplo de filmes:[/b] Amor a toda prova,  Passe-livre (tirando a parte que aparece um negão na piscina com pau de fora o filme é muito bom), Encontro de casais, Beleza Americana (não é comédia, mas se encaixa na descrição desse item), Antes só do que mal casado.

    [b]4 - A que uma mulher alfa é atriz principal [/b]- Mulher independe, bonita e bem sucedida não possui namorado e não quer saber de homem pq está totalmente dedicada ao trabalho até conhecer algum alfa ou algum beta que sofre o filme todo pra conquistar ela. [b]Exemplo de filme:[/b] A proposta

    [b]5 - A que a mulher feminista ou vadia é atriz principal [/b]- Mulher bem sucedida, independente e feminista faz sexo casuais com cafajestes e diz que está ficando com sapos para encontrar o príncipe. [b]Exemplos de filmes obscuros[/b] (não assisti nenhum desses aqui e nem quero ver, mas vi trailers e algumas críticas): Sex and the City, Vicky, Cristina, Barcelona, Qual seu Número? 

    [b]6 - A que um mulher beta é a atriz principal[/b] - Mulher fica tentando conquistar algum alfa, mas nunca consegue e se mete em algumas confusões. Exemplo de filmes: Jogada certa, O Diário de Bridget Jones 

    [b]7 - A que a atriz principal é casada[/b] - Nesse filme a mulher senti-se entediada com o casamento e abandona marido e filhos com a desculpa esfarrapada de se auto-conhecer. [b]Exemplo de filme:[/b] Comer, rezar e amar.
    Ou abandona o marido por uma traição dele. [b]Exemplo de filme: [/b]Onde está a felicidade?

    [b]8 - Ela está namorando[/b] - Nesse filme o namorado traí ela e ela caí na farra pra vingar o namorado - Exemplo de filme: Muita calma nessa hora (o filme é fraco, só é engraçado as cenas com o Marcelo Adnet).

    ResponderExcluir