A “mulher interesseira”

Por C.O.B.R.A.

A “mulher interesseira” é subproduto da nossa sociedade arrivista.



A mulher interesseira, como todos já sabem, é aquela mulher que só se interessa por homens que possuem bens valiosos e estabilidade financeira. Todo mundo sente repulsa por esse tipo mulher, são figuras odiadas pela maioria das pessoas. No entanto, as pessoas nunca se perguntaram: “Por que a maioria das mulheres é interesseira?” A resposta para essa questão é muito simples: Vejamos:


* A criação tradicional é o primeiro passo no processo de lavagem cerebral.

Na maioria dos lares, os pais criam as filhas para que as mesmas se casem com homens ricos, a fim de que saiam de casa e sejam sustentadas por seus respectivos maridos. É por isso que quando um rapaz resolve pedir a filha de alguém em namoro, o pai da moça logo pergunta: “Você faz o que da vida rapaz? O que tem para oferecer a minha filha?”

Desde criança as mulheres são orientadas pelos próprios pais a gostarem somente de homens ricos, homens que possam lhe proporcionar conforto e segurança financeira. As meninas crescem com essa influência dos pais, e quando se tornam mulheres adultas (Ou até antes), se transformam em mulheres artificiais e interesseiras, tudo fruto da criação que teve dentro de casa, pelos próprios pais...

* A mídia contribui, através da publicidade, para proliferação das mulheres interesseiras.



A mídia também tem seu papel fundamental da formação de mulheres interesseiras, pois nos principais comerciais de carros e motos, a imagem da mulher é explorada para fins comerciais. A mídia usa a mulher como uma espécie de “isca” para atrair clientes interessados em seus produtos. Nada mais apelativo e estratégico do que pôr uma bela mulher seminua em comerciais de carros e motos, pois dessa forma o cérebro do cliente irá associar inconscientemente a compra do carro com a eventual possibilidade de conquistar uma mulher com o mesmo nível de beleza da modelo da propaganda.

Essa estratégica de marketing pode até ser boa para os empresários, mas é extremamente nociva para a sociedade, pois ajuda a conspurcar a imagem da mulher, transformando TODAS as mulheres do mundo em uma espécie de “brinde” que se adquire através de bens como carro, moto, etc... Não devemos criticar as mulheres interesseiras, mas sim os responsáveis pela construção da personalidade delas, ou seja, os pais, a mídia e a sociedade. A mulher interesseira é apenas mero subproduto dessa conjuntura apodrecida.

-SDR

1 comentários: