Visão pessoal sobre a depressão


Não foi uma nem duas vezes que li relatos de membros declarando terem sido curados da depressão. Isso depois de conhecerem as comunidades masculinistas (mghb, olodm, rm, epoc, etc) e os blogs (Silvio Koerich, Reflexões Masculinas, Doutrinador, The Truth, etc). E sem a ajuda de psicólogos, e nem remédios.

Depois de ler alguns depoimentos, acabei chegando a uma conclusão sobre a depressão moderna: ela é causada por FALTA DE REALIDADE. A mentira criada pela matrix romântica e social tende a criar um exército de depressivos. A lógica, na minha opinião, é a seguinte:

As pessoas são levadas a acreditar em algumas mentiras universais. Por exemplo, a matrix romântica. Como o sujeito, inconscientemente, acredita na velha mentira do romantismo, ele se torna um cara romântico, gentil, cavalheiro, etc. com o intuito de construir um relacionamento. Obviamente, o cara só leva ferro com isso. Mas, mesmo levando ferro, a matrix continua levando o sujeito a acreditar no romantismo.

Ele insiste neste comportamento. Mesmo não vendo resultado. Porque, no fundo, ele acredita que o romantismo funciona. Não encontrando resultados no próprio esforço, ele começa a observar o comportamento de outros homens. Percebe que alguns se dão bem com o comportamento romântico (alfas, é lógico!). Outros não são nada românticos e conseguem resultados com a mulherada mesmo assim.

Este ciclo (a crença de que o romantismo dá resultados versus a realidade de que o romantismo não dá resultado nenhum) acaba levando o sujeito à depressão. É mais ou menos como um sujeito que está tentando, a todo custo, consertar um carro velho. Ele compra peças, leva em oficinas especializadas, gasta uma grana violenta. E o carro não dá resultados. Ele deveria cair na real, mandar o veículo para o ferro velho e comprar outro. Se, ao invés disso, ele insistir nessa PARANOIA de tentar consertar o carro, fatalmente, entrará em depressão.

Eu encontrei uma certa analogia com a depressão feminina. Elas são levadas a acreditar que MERECEM o homem do mais alto nível social, seja em beleza ou financeiro. E jogam a melhor fase da vida delas atrás do tal homem. Caso não encontrem um, continuarão procurando. Elas ignoram os bons partidos que vão surgindo. Tudo em busca do tal homem.

Se elas encontrarem, blz. Se não encontram, entram em depressão. E isso pq, inconscientemente, elas continuam buscando tal homem. Se, ao invés disso, elas caissem na real e aceitassem um homem mais limitado socialmente, encontrariam a felicidade mais facilmente. Mas o que ocorre, muitas vezes, é elas cairem na real quando já é tarde demais.

Eu não estou negando que existam casos realmente patológicos de depressão. E tem, lógico, casos em que só o tratamento médico irá adiantar. Mas está meio óbvio que essa depressão toda que encontramos nas ruas não tem nada de patológico. O que está faltando para este pessoal é uma boa dose de "se mancol". Uma dose de realidade cairia bem para essas pessoas.

O melhor conselho que eu daria para um homem depressivo é "sai da matrix". E, para uma mulher, eu diria "páre de valorizar status, valorize caráter e seja feliz".

E você? O que acha sobre este assunto?

6 comentários:

  1. Eu observo que está certo.

    ResponderExcluir
  2. Exatamente.
    Meteu a real.
    Eu mesmo passei por situação parecida, fiquei muito tempo na matrix e realmente desenvolvi uma depressão.
    Juntou vários fatores, incluindo uma forte desilusão amorosa e o resultado foi a necessidade de tomar remédios.
    O problema é que nem os remédios estavam resolvendo, foi só depois de uma tomada de consciência e abandono da ilusão que eu melhorei.
    Hj estou curado da depressão.

    ResponderExcluir
  3. Tosca Comparação26 de julho de 2011 13:02

    Parei de ler quando fala do carro velho... tava até gostando da leitura.. mas essa comparação foi de matar...

    tenho um carro antigo e te digo.. dá muito menos trabalho que o carro novo dos meus pais..e me dá mto mais alegria do que qualquer outra coisa nessa vida... (logico que não é melhor do que sexo)
    mas é muito mais fácil de manter e muito mais barato que um carro novo... (pra mim, carro novo só serve pro cara que não é homem honrado e que só assim consegue uma mulher)

    ResponderExcluir
  4. cara amei esse texto muito dez. mulherada valorize caráter.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom texto.
    Concordo plenamente com ele e vou além, como um depressivo que usou medicamentos para se curar.
    Mesmo os casos verdadeiramente patológicos partem da mesma premissa, como um médico me disse, a depressão é apenas um sintoma, não a causa, é o sintoma de que algo em sua vida não vai bem e lhe sobrecarrega tanto que passa a gerar problemas físicos mesmo (como tristeza persistente - não é tristezinha pq tomou pé de vadia, é tristeza sem causa que se prolonga por meses ou anos a fio -, apatia, desmotivação etc), para se curar precisa identificar a causa e eliminá-la, os remédios são apenas paliativos que serão usados até que a causa seja encontrada e eliminada.
    O problema é que muito não querem/conseguem identificar a causa e outros não querem eliminar a causa, ainda que a reconheçam.

    ResponderExcluir
  6. Essa sociedade mordena esta acabando com a população, criar modelos que distocem a realidade levando muitos a homens e mulheres a depressão,e a criarem ilusões sobre o mundo,é quando essas pessoas vem que tudo àquilo que achavam ser verdade nada mais é do que uma mera distração do mundo, a real está ajudam a muitos a se levarem dessa matriz que só que o nosso dinheiro vendendo essas idéias, tem muivos caras que não teme dinheiro saindo com mulheres top,e o pobre coitado se matando de trabalhar para sustentar essa matriz.

    ResponderExcluir