O que as mulheres realmente esperam eroticamente de um homem

Por Cenobita

Tradução: http://veradextra.blogspot.com

O texto é grande pra cacete, só pra avisar... mas vale a pena.


O seguinte trecho vem de Legends of the Fall [N. do T: Lendas da Paixão, no Brasil], o filme que cimentou o status de Brad Pitt como um símbolo sexual através de nossa cultura. O personagem de Pitt, Tristan Ludlow, tinha um longo cabelo solto e um ar selvagem. Ele era o indomado da família, tão duro que nada podia feri-lo; ele fez uma transfusão de sangue com um urso e agora eles eram um só espírito.

Uma mulher provavelmente teria o bom senso de ficar longe de um homem destes, este personagem com uma veia animal correndo em seu espírito... mas sim, há um lado suave nele, uma nesga de emoção que ele esconde e só revela à mulher que ele ama.

Sim, o mais puro interesse amoroso…

A cena de onde vem este trecho é aquela em que Tristan (Pitt) está sentado do lado de fora, conversando com seu irmão mais novo Samuel, que está em casa de férias da faculdade com sua noiva Susannah (Julia Ormond). Samuel, virgem, indaga a seu irmão mais experiente sobre as particularidades do sexo e como garantir que ele vai "ser bom nisto", porque Susannah disse que não quer esperar pelo casamento…

Tristan: Meu Deus, Samuel. Você é bom em tudo o que faz. Tenho certeza de que vai ser o mesmo em relação a foda.

Samuel: Tristan, é sério. Estamos falando de minha futura esposa.

Tristan: Ah, você não vai comer ela?

Samuel: Não! Estou planejado "estar" com ela.

Tristan: Eu recomendo comer.

Samuel: Você é demais!

Tristan: Você que falou disto!

Nossa, Tristan!

Como você pode falar de uma mulher de modo tão desrespeitoso?

É assim que os Caras Legais™ falam das mulheres! Os Caras Legais™ sabem que as mulheres são criaturas delicadas, cuja sexualidade deve ser respeitada. Para ela se rebaixar ao nível de um homem e fazer sexo com ele, isto quer dizer que um Cara Legal™ deve adorar seu corpo, mente e espírito como as jóias preciosas que elas obviamente são…

E por que as mulheres ainda acham seu personagem tão sexy, Tristan? Como você pode sugerir pegar aquela moça casadoura e comer ela ao invés de "estar" com ela?

Quantas mulheres será que deram uma risadinha maliciosa quando ouviram aquela fala..."Eu recomendaria comer?"

Qual o problema aí?

E para os leitores deste belo blogue que acharam que estas falas foram um humor dirigido aos homens na platéia, eu os encorajo a se desligarem do fematrix e a realinharem suas mentes com a idéia de que a cena acima, incluindo a linguagem pesada, esteve no filme tão somente para as mulheres, com a intenção de criar um personagem que as mulheres desejem.

A sociedade quer que acreditemos que são os homens na sociedade que são obcecados por sexo. Os homens são os que não conseguem se controlar. Mas lembre-se, em meu último artigo*, nós discutimos que homens e mulheres são opostos polares que são necessriamente iguais mas diferentes, e assim os impulsos sexuais femininos são iguais aos dos homens, porém diversos.

Embora os homens possam pensar sobre o ato sexual em uma base frequente, as mulheres pensam igualmente sobre serem sensuais em um grau semelhante. Elas se maqueiam de forma deliberada, arrumam o cabelo, usam sutiãs que valorizam o busto e roupas reveladoras e elas estão continuamente preocupadas se seu jeans faz a bunda parecer grande (não: sua bunda grande faz sua bunda parecer grande). O motivo óbvio de "parecer sexy" é atrair atenção sexual. Para que você pensava que era?

O desejo sexual natural feminino, entretanto, é fazer sexo com um homem que seja dominador sobre elas. Elas não querem dormir com um Cara Legal™ que as respeite; não há emoção nisto. Elas querem um homem que tome o controle sobre elas e as coma. "Fazer amor" é para trouxas. Bundões "fazem amor" e falam sobre "estar" com a gloriosa criatura conhecida como mulher. As mulheres preferem ser dominadas e comidas.

No entanto, nós homens raramente falamos de sexo [N. do T: o autor fala, evidentemente, dos homens americanos.] Os homens se comportam de modo completamente diferente das mulheres, que falam entre si sobre os detalhes mais íntimos do ato sexual, dos atributos físicos e das performances de seus parceiros até os altos e baixos de seus relacionamentos. Já os homens raramente discutem os detalhes concretos do ato sexual nem relatam a história luxuriosa da "dança do acasalamento" que os colocou neste triste embaraço com uma mulher, em primeiro lugar.

Mas as mulheres nunca tem pudor de falar sobre sexo. Os homens ficam muito abaixo de si mesmos ao permitirem que as feministas dominem toda a discussão sobre as relações sexuais entre os seres humanos.

As feministas, em sua tentativa de destruir a civilização, tentam pegar este fenômeno das mulheres sentirem atração pela dominação e transformá-lo em algo que ele não é. Elas insinuam que há algo de ruim com as interações sexuais entre homens e mulheres.

Me pergunto quantos de meus bons leitores já pegaram um romance de amor. Não muitos, eu imagino, já que este gênero de literatura visa tão somente o público feminino. Romances de amor são para as mulheres o que a revista Penthouse é para os homens: pornografia com vistas a atiçar a sexualidade natural interior.

E quem é o objeto de amor estereotípico nos romances de amor que as mulheres lêem? Bem, uma dica... ele não é um Cara Legal ™!

Não mesmo! Normalmente há um Cara Legal ™ em alguma parte da trama -- é ele que é substituído pelo patife que primeiro enfurece a personagem principal com sua rudeza, embora ao mesmo tempo a intrigue.

A trama se desenvolve ao mesmo tempo em que a tensão sexual entre a personagem principal e o antagonista. Ele é um bruto, um animal... incontrolável! Ela é uma lady e não se mistura gente de sua laia -- e no entanto, algo em sua postura faz este homem persistir em sua memória, mesmo quando ela não está em sua presença... e isto faz ela ter raiva dele. Ela se decide a não ceder aos avanços deste vagabundo. Ela é uma princesa, afinal de contas.

O clímax bufo acontece em uma cena onde a mulher se acha sozinha com este homem bruto. Há paixão, eletricidade... ele dá o primeiro passo... ela resiste e o repele, mas ele não está disposto a desistir tão fácil. O desejo sexual desta fera por nossa bela rapariga ruge como se fosse um incêncio incontrolável. Ela sente sua força bruta quando ele a puxa para seu peito musculoso e desce sua boca sobre a dela.

“Não", balbucia sem convicção, "eu não devo!"

Nosso patife não dá ouvidos e continua a agir sobre nossa heroína com seus lábios, enquanto ela sente sua forte mão se encher com seu seio, fazendo seu mamilo enrigecer sob a blusa fina…

Ela não pode mais resistir; seus próprios desejos animais começam a sobrepujar sua racionalidade. Ela cede e deixa a fera pegá-la. Suas roupas são rápida e rudemente retiradas em meio aos beijos apaixonados... ela não está mais no controle, o universo a esmagou... ela sente sua rigidez penetrá-la, penetrando tanto seu corpo quanto seu espírito, enquanto a paixão deles se converte em uma experiência surreal que transcende a própria vida…

Sim, isto é pornografia feminina!

E na pornografia feminina, ela é dominada. Na verdade, para todos os padrões da época moderna, a pornografia feminina envolve ser sexualmente atacada e violentada por um homem que termina por possuir completamente sua existência.

E as mulheres compram estes livros e os lêem em busca de picância sexual -- os homens não escrevem uma bosta destas, nem compram, nem lêem.

Esta é a essência da sedução sexual: ele dá o primeiro passo... ela resiste... ele não aceita "não" como resposta... ela diz não de novo, mas desta vez sem convicção... ele continua e ela finalmente se submete, tão esmagada está ela pelo desejo, que as coisas estão completamente fora de seu controle.

Ela é dominada por um homem que é superior a ela.

E note que o homem dominador não "está" com ela.

Ãh, Ãh.

Ele come ela.

Talvez seja por isto que a fantasia sexual de ser "forçada" a fazer sexo é tão popular entre as mulheres. Ser "forçada" a fazer sexo é essencialmente estupro e no entanto grande número de mulheres realmente se masturbam fantasiando este crime.

Você já se masturbou pensando no seu carro sendo roubado?

O erotismo de ser dominado e "forçado" é que isto permite aos submissos fazerem coisas que normalmente não fariam -- como se estivessem saindo de sua concha. Ela pode negar que não é o tipo de garota que vai fazer de vontade própria certas coisas, mas se ela está sendo dominada e faz porque mandam então ela pode tomar parte nestes profundos desejos sem se culpar por isto -- ela foi "forçada" a fazer isto, afinal de contas. (Esta é a essência da maior parte do BDSM, aliás).

Outra das fantasias entre as mulheres é levar umas boas palmadas do homem dela.

Sim, a quantidade de damas que excitam com a idéia de serem postas no colo de um homem e levarem uns tapas no traseiro ao livre é realmente impressionante. E... quanta dominação da parte do homem e submissão da sua.

Todos os Caras Pegadores (CPs) sabem que as mulheres desejam ser dominadas -- este é o jogo todo dos CPs. As técnicas podem variar, mas essencialmente todos os CPs de sucesso passam seu tempo em torno de uma mulher estabelecendo seu domínio sobre ela.

O CP não fica feito bobo, "respeitando" e glorificando ela com comentários banais sobre ela ser uma "mulher forte". É o que os Caras Legais™ fazem. O CP faz uma mulher saber muito rapidamente que ele quer sexo dela. Ele é um amante, não um amigo. Ele acha algo sobre o que brincar com ela, troçando dela de modo engraçado. Quando eles vão para a pista de dança, ele põe sua mão nas costas dela para poder conduzi-la gentilmente para onde ela anda -- seja fisicamente, emocionalmente, cerebralmente ou o que quer que seja. O CP sabe que, se ela o vir como superior a ela, ele poderá pôr as calcinhas dela nos calcanhares muito rapidamente.

Na verdade, o ato sexual em si mesmo pode ser visto como o supremo ato de dominação e submissão entre um homem e uma mulher.

Pense nisto. O que pode ser mais submisso do que ser uma mulher cujo corpo é penetrado é cavalgado feito louco até que ela é deixada cheia de sêmen humano, deixando-a, essencialmente, "fecundada”?

O próprio ato sexual é dominação e submissão e ao mesmo tempo em que um homem pode achar erótico olhar para baixo e ver a mulher que está comendo, o oposto idêntico é que ela acha erótico olhar para cima, para o homem dominador que está comendo ela. Observe que no ato sexual, normalmente se considera que é o homem que está "comendo" ela, ao invés do contrário.

Esta é a essência da hipergamia. A hipergamia é basicamente um desejo de dominação pelo parceiro que uma pessoa sente.

As mulheres são definitivamente hipergâmicas.

Não acredita em mim?

Dê uma olhada nos próximos 10 casais que você encontrar.

Quem é mais alto, o homem ou a mulher? Você vai perceber que as mulheres quase universalmente namoram homens que são mais altos que elas. Uma mulher de 1, 70 namora um homem de 1, 75. Uma mulher de 1, 75 namora um homem de 1, 80. Mas é muito raro encontrar um homem de 1,75 namorando uma mulher de 1, 80.

Quem ganha mais, o homem ou a mulher? Você vai ver que, quase que universalmente, o homem ganha mais que a mulher. Advogados namoram secretárias. Médicos namoram enfermeiras. Operários namoram garçonetes. O que é difícil encontrar é a médica namorando o enfermeiro ou a diretora-presidente de uma empresa namorando o poeta em dificuldades.

Quem é mais inteligente, o homem ou a mulher? É muito comum até as mulheres admitirem que elas devem namorar homens que são mais inteligentes que elas.

Por que as mulheres quase universalmente listam a confiança como um traço sexualmente atrativo em um homem? Porque homens confiantes são homens dominadores, é por isto. A confiança deriva do poder que se possui.

As mulheres sentem uma atração natural por homens que sejam dominadores sobre elas.

As feministas ficam furiosas com este fenômeno natural, do mesmo que elas ficam furiosas com o fato de que as mulheres são as parideiras naturais das crianças. A partir de sua raiva contra a heterossexualidade, elas atacam tanto homens quanto mulheres, tentando criminalizar o comportamento sexual humano.

As feministas dizem às mulheres que o tipo de sexo que elas desejam naturalmente, o tipo sobre o qual as próprias mulheres lêem e fantasiam em romances de amor, é, na verdade, estupro:

“Compare os relatos de vítimas de estupro com os relatos de sexo das mulheres. Eles se parecem um bocado... [A] maior diferença entre o coito (normal) e o estupro (anormal) é que o normal acontece com tanta frequência que não se consegue achar ninguém que veja algo de errado nisto." -- Catarine MacKinnon, citada em Christina Hoff Sommers, “Hard Line Feminists Guilty of Ms.-Representation,” [As feministas linhas-dura são culpadas de distorções] Wall Street Journal, 7 de novembro de 1991.

“E se o estuprador profissional tiver que ser separado do [homem] heteressexual, pode ser uma diferença sobretudo quantitativa." -- Susan Griffith, "Rape: The All-American Crime" [Estupro: o Crime 100% americano].

Sem a raiva típicamente virulenta das feministas, o seguinte conceito poderia ser facilmente descrito de modo erótico, adequado para um romance:

“A sexualidade dos homens é mesquinha e violenta e os homens são tão poderosos que podem 'chegar LÁ DENTRO das mulheres para nos foder/construir de dentro para fora.' Os homens possuem as mulheres de forma diabólica, tornando suas fantasias e desejos doentios os das próprias mulheres. Uma mulher que faz sexo, portanto, faz isto contra sua própria vontade, ‘mesmo que ela não se sinta forçada.’” – Judith Levine.

Até o ato dominador de um homem encher uma mulher com seu sêmen, o próprio ato que causa a vida em si, as feministas tentam criminalizar e degradar:

“As mulheres são mantidas, gerenciadas e contidas através do terror, da violência e do jorro do sêmen..." – Cheryl Clarke, “Lesbianism, An Act of Resistance,” [Lesbianismo: um ato de resistência] em This Bridge Called My Back: Writing By Radical Women of Color [Esta ponte chamada minhas costas: Escritos de mulheres de cor radicais].

Que estranho, então, que a maioria das mulheres parece preferir fazer sexo carne-à-carne. Ora, é como se elas realmente gostassem de receber este sêmen aterrorizante dentro de seus corpos!

De fato. E quando uma mulher tem sexo bom e prazeroso, -- do tipo que se apodera de seu corpo com um orgasmo convulsivo -- isto aparentemente é uma coisa ruim, também de acordo com as feministas:

“Quando uma mulher chega ao orgasmo com um homem, ela está simplesmente colaborando com o sistema patriarcal, erotizando sua própria opressão." – Sheila Jeffrys.

Talvez ela esteja erotizando sua própria "opressão" porque isto é o que faz ela gozar naturalmente. Por que é chique e bacana manter um vibrador na mesa de cabeceira, mas "opressivo" e degradante ter um orgasmo com o ato sexual natural?

Os homens não plantaram esta idéia na cabeça das mulheres, de que elas devem ser submissas. Na verdade, já que a maioria dos machos-beta são Caras Legais™ , que falam e agem respeitosamente com as mulheres, mas nunca comem elas, é bastante óbvio que não são os homens que são reponsáveis por este fenômeno de dominação-submissão que faz com que as mulheres se excitem. A maioria dos Caras Legais™, acredita no oposto exato -- que se ele a glorifica e elogia, ela vai gostar mais dele. Errado!

Não, os homens não "impuseram" a submissão às mulheres -- as mulheres naturalmente desejam homens que sejam melhores do que ela. Elas querem homens que sejam mais altos do que elas, que sejam mais inteligentes do que elas, que sejam mais ricos do que elas. As mulheres desejam sexualmente homens que sejam mais poderosos do que elas -- e este poder emana naturalmente de um homem que o possui na forma de confiança.

Sim, hipergamia.

Isto não quer dizer que todos os homens ganhem mais que as mulheres, nem que todos os homens sejam mais inteligentes ou mais poderosos que as mulheres... isto quer dizer apenas que um mulher não acha sexualmente atraente um homem que não conseguiu superar seus próprios poderes. Uma mulher de 1,75 é evidentemente mais alta do que um homem de 1, 70, mas a probabilidade é que ela não vai dormir com uma coisinha qualquer. É mais provável que ela durma com o homem de 1,80 que mora ao lado, enquanto o homem baixo está namorando uma mulher ainda mais baixa que ele mesmo.

A dominação tem um oposto igual: a submissão.

11 comentários:

  1. Ótimo texto, só um detalhe que gostaria de compartilhar...

    Existe algo mais poderoso que a submissão na cama, é a força interior de um homem, a força mental, psicológica de suportar todos os jogos emocionais, todo o inferno e todos os testes que a mulher submete o homem.

    Dominar fisicamente uma mulher na cama é avassalador, mas se o homem for débil (como diz Nessahan Alita), ele não segura a mulher, o que segura uma fêmea humana e faz com que o homem seja visto por ela como "rei", é a capacidade dele suportar e superar os testes femininos, todos eles, um a um, massacrá-los e devolvê-los a feiticeira. Passado tudo isso, a mulher se entrega perante aquele que a venceu em todos os aspectos.

    ResponderExcluir
  2. Cara, houve um erro na tradução nesse parágrafo:

    Quem é mais alto, o homem ou a mulher? Você vai perceber que as mulheres quase universalmente namoram homens que são mais altos que elas. Uma mulher de 1, 70 namora um homem de 1, 75. Uma mulher de 1, 75 namora um homem de 1, 80. -- Mas é muito raro encontrar uma mulher de 1,75 namorando um homem de 1, 80. --

    É ao contrário... Homem de 1,75 e mulher de 1,80.

    ResponderExcluir
  3. Licorne Negro, obrigado pelo aviso, texto já corrigido!

    ResponderExcluir
  4.  Sinceramente ainda acho pouco essa diferença de 5cm.

    Está mais na base dos 10cm,fora as outros de 150cm que exigem cavalos de 185cm pra cima.

    ResponderExcluir
  5. GOSTEI MUITO DO TEXTO, REALMENTE TA QUASE TD CERTO, MAS... PELA MINHA EXPERIENCIA NA HORA DO TESÃO TANTO A MULHER DOMINA COMO O HOMEM, O IMPORTANTE,E COMER
     , E SER COMIDA E TER ORGASMO QUE  TANTO PAR ELE E PARA ELA SEJAM PRAZEROSOS...

    ResponderExcluir
  6. Eu sou uma idiota mesmo...

    ResponderExcluir
  7. Interesseira! kkkk

    Depois, ainda quer falar que homem é que não presta!

    ResponderExcluir
  8. É claro que mesmo ás vezes a mulher dizendo 'não'ela camufla um 'sim'.. Porém isso faz parte do chamado chame! Tem homens que preferem mulheres diretas, assim como tem aqueles que preferem o lance da conquista.
    Bem não acredito que na relação entre um casal, a mulher deva ser submissa mesmo que isso como o texto aponta conduza a um aspecto natural, acho que no coito tanto a mulher quanto o homem estão compartilhando sensações..
    Olha só antes disso tudo o lance do flerte.. ás vezes o cara diz: Ah eu comi aquela mulher ali, estão vendo? mas na verdade, ela que o chamou, através de um simples olhar.
    E ah! Claro que eu gosto de um cara gostoso e que me deixe ser ar,,  Como também gosto de ser elogiada.. na verdade gosto de homens inteligentes e é claro que tem que ser mais do que eu, porque é sempre bom aprender algo com eles não?

    ResponderExcluir
  9. "E as mulheres compram estes livros e os lêem em busca de picância sexual -- os homens não escrevem uma BOSTA destas, nem compram, nem lêem."

    kkkkkkkkkk. Mais pura verdade. Pornografia feminina tem esse enredo, pornografia FEMINISTA é quase a mesma coisa, mas ela REJEITA o cara (já que ele é um homem mal e opressor) e vai ter um envolvimento lésbico "proibido".

    Feminismo e lésbianismo eventualmente se confundem...

    ResponderExcluir
  10. Você não sabe nada de feminismo. Vai estudar!

    ResponderExcluir