Contradições Femininas

Por C.O.B.R.A.


1ª Contradição: “Não gosto de Homem bombado.”

MENTIRA.

Quando um passa na rua ela olha de relance. Quando um esbarra nela na balada, ela sorri pra ele. Na praia quando vêem um, ficam olhando e falando sacanagem com a amiga e na faculdade, ele a come.

2ª Contradição: “Não ligo pra Homem sem carro.”

MENTIRA.

Quando passa um com carro chamativo elas jogam charme e quase quebram o pescoço. Quando arrumam um rolo, “fazem perguntas inocentes” afim de sondar se ele tem carro. As que frequentam encontros de som, ficam com os que tem os carros.

3ª Contradição: “Não ligo pro tamanho do Pênis.”

MENTIRA.

Quando conversam com as amigas, riem dos ex-namorados e ficantes que tinham pintos pequenos. Nunca esquecem os que tinham os maiores pintos, sempre lembrando deles por essa “característica marcante”. Comparam o tamanho dos pintos dos maridos com os dos amantes.

4ª Contradição: “Detesto bandidos.”

MENTIRA.

Se fosse verdade, o Maníaco do Parque e Serial Killers, não receberiam inúmeras cartas de declarações de amor eterno (muitas delas de boa formação e educação) e principalmente, não iriam visitar presídio pra dar pro bandido. Bandido preso, tem sexo e o nerd virgem, continuará nerd virgem.

5ª e Última Contradição: “O que importa é a boa índole e caráter.”

MENTIRA.

Se boa índole e caráter e honra significasse algo pras mulheres, elas não olhariam de relance quando um bombado passa na rua; Elas não jogariam charme pros motoristas dos melhores carros; Elas não comparam o tamanho dos pintos dos maridos com os dos amantes; Elas não escreveriam inúmeras cartas de declarações de amor eterno pro Maníaco do Parque e Serial Killers.

Conclusão:

A natureza feminina (assim como elas próprias) é falsa, mentirosa e dissimulada: procura dissimular ao máximo, pra poder atrair o maior número de trouxas para si. 

1 comentários:

  1. As mulheres entram em contradição nessas frases pois não analisam as coisas de forma racional como nos fazemos. Como elas são menos cobradas e conseguem as coisas de forma fácil (principalmente no campo dos relacionamentos), aprenderam a conseguir e ver as coisas de forma emocional e instintiva. Tudo o que a gente consegue fácil a gente não para muito pra analisar e estudar aquilo (e isso vale especialmente pra mulheres, que conseguem um homem de forma muito fácil, basta ela ficar parada e dar um leve sorriso um homem já se aproxima). Assim, quando elas são questionadas falam de forma superficial o que elas ACHAM que é um homem perfeito (geralmente elas dizem que querem um homem romântico, sincero e inteligente). Porem, quando postas com diversos tipos de homens seus instintos a fazem sentir sensações e emoções que elas julgam estar com o cara certo. Essas sensações podem ser coração disparado, respiração ofegante, sensação de euforia, etc. Elas interpretam essas sensações como uma forma de intuição que estão com o cara certo, que estão apaixonadas, "coisa de pele", " química", etc. Alem disso seu inconsciente lê toda linguagem corporal e tom vocal do tal pretendente, se a linguagem corporal for tranqüila, imponente e controlada elas interpretam como um cara que tem autoconfiança e tem características de líder, o tom vocal confirma isso também. O inconsciente dela analisa isso em questão de segundos e informa pra ela como uma intuição de homem de alto valor, seus instintos respondem aumentando a freqüência cardíaca ou algum outra sensação. Por isso que as vezes elas sentem atraídas por marginais, playboys, bombados ou algum outro tipo de homens que elas dizem que odeiam, porque muitas vezes esses caras demonstram autoconfiança, poder, controle e liderança. E é isso que as comandam seu emocional e principalmente seus instintos. Depois que elas estão atraídas ou apegadas como algum traste, geralmente elas tentam romantizar como uma forma de não se responsabilizar por suas escolhas. Elas dizem “ninguém manda no coração”, “foi coisa do destino” e outras coisas que a gente já está cansado de ouvir.

    ResponderExcluir